HOME | SOTMB | VY.COM.BR


a notícia que eu estava aguardando!!!
sexta-feira, 19 de setembro de 2014 at 16:44
1 comments

Amor <3 Foo Fighters em Janeiro no Brasil! Cofrinhos quebrando em 3... 2...


Marcadores: ,

that would be me. bye!

bastidores da disney
sexta-feira, 12 de setembro de 2014 at 10:00
0 comments

Quem não foi cast member nunca vai conhecer a real dimensão do backstage da Disney, mas o Panrotas (site de notícias do trade de turismo) está lá a convite, com alguns acessos "exclusivos".




Bateu saudades master T.T

Links: 1 & 2

Marcadores: , ,

that would be me. bye!

meme #Rotaroots: 7 músicas para cantar no karaoke
quarta-feira, 10 de setembro de 2014 at 11:00
0 comments

Melhor tema ever! Haha, ok, tem muitos temas bons lá no #ROtaroots, mas esse tem muito a ver comigo!

Não é porque sou japa que amo um karaoke não! É porque sou brega pra caralho mesmo, haha! Sério, amo fazer breguice no karaoke, e não tenho vergonha! Quanto mais tosca a música, melhor!

1. Evidências - Chitãozinho e Xororó
Um bom karaoke que se preze TEM que ter essa música! Karaoke não é karaoke de verdade se não rolar um sertanejo roots! Essa é minha preferida, sempre rola, tenho que pegar o microfone pra cantar! E todo mundo sempre canta junto, show stopper!



2. Man, I feel like a woman! - Shania Twain
Um hino feminino, girl power! Sempre me lembra o karaoke em Orlando, no meu ICP. Uma música pra cima, animada, divertida. Até os boys cantam =D.



3. As long as you love me - Backstreet Boys
Não importa o que digam, Backstreet Boys sempre anima a galera! Essa música é das mais conhecidas e todo mundo canta junto! Fora que eu sou fã, hehe... Nem preciso da letra pra cantar =P.



4. My heart will go on - Celine Dion
Obviamente eu nem tenho pulmão pra cantar essa, mas tenho uma amiga que sempre arrasa no karaoke com performances emocionantes =P.



5. Spice Girls
Qualquer uma! Mas eu gosto de Stop porque é fácil e tem dancinha =P



6. Pagode anos 90
Qualquer uma também, mas confesso que curto "Eu menti" e "Essa tal liberdade". E Katinguelê e Karametade, haha!



7. Assere-Rê
Uma vez no karaoke vi um cara que sabia toda a coreografia! Trava lingua, mas solta franga!



Hors concours: Estoy aqui - Shakira
Põe a casa abaixo! Não importa não saber o refrão, todo mundo embola a lingua e segue em frente. Amo <3

Marcadores: , , , ,

that would be me. bye!

ser mulher
segunda-feira, 8 de setembro de 2014 at 10:30
0 comments

Vivemos numa sociedade machista. Numa cultura do estupro. E isso não é só culpa dos homens. É das mulheres também.

Confesso que estou longe da militância feminista, acho que eu mesma não enxergo como posso ser machista as vezes, mas eu acredito que saber que podemos correr este risco já é um passo para corrigir isso.

Não é possível que as pessoas não enxerguem o machismo do dia a dia. Como os homens ganham mais que as mulheres por trabalhos iguais. Como somos discriminadas por atitudes semelhantes em público, como por exemplo, fazer sexo no primeiro encontro. Eu nem quero entrar no mérito desta questão neste post, não é essa a intenção por agora.

Muitas vezes nós mulheres nos colocamos na posição de vitima. Ou acusamos umas as outras indevidamente. As vezes, nós mesmos somos machistas nos julgamentos que fazemos umas às outras.

O feminismo de verdade está longe de querer que as mulheres sejam mais que os homens. O feminismo é sobre igualdade de direito, assim como os homossexuais lutam para serem reconhecidos como semelhantes aos heterossexuais, assim como os negros sempre lutam para terem seus direito humanos respeitados. Essas sãolutas pela mesma coisa: igualdade.

Eu não entendo como podemos julgar pessoas de maneiras diferentes sobre as mesmas coisas só por causa de seu genero. O cara que pega mil é o pegador, garanhão, tem reputação elevada na turma. Se uma menina faz o mesmo, por que ela é galinha, puta, desqualificada de todas as maneiras? Ambos fazem a mesma coisa, a única coisa que tem de diferente é o genero. Genero não deveria desqualificar,comprometer ou tornar ninguém melhor. Qual a diferença de homem que não quer ter filho, ou os tem com mais idade, da mulher que tem a mesma posição (e aqui eu coloco que maternidade e paternidade vão muito além de gestação e dar a luz)? Qual a diferença de uma mulher CEO, de um homem na mesma posição? Ninguém tem mais ou menos culpa por ter nascido com um pênis ou uma vagina!

O que eu quero dizer é que temos que nos conscientizar mais do nosso próprio papel no machsimo. Pensar, analisar o que estamos falando, as idéias que estamos perpetuando.

Jenifer Aniston deu uma entrevista ao Today Show falando que não se sente menos mulher por não estar casada ou ter filhos. Que essas são coisas que a sociedade impõe a ela e outras mulheres com base em conceitos antiquados,em crenças pessoais, em idéias bastante erradas das coisas em pleno século XXI. O valor de uma pessoa não pode ser pesado pela expectativa dos outros, e sim pelo bem que elas deixam (ou não). Ninguém é melhor ou pior por ter parido ou não um filho, pelo sucesso de seus relacionamentos, da sua carreira, por saber ou não cozinhar.

Talvez eu nunca me torne uma feminista completa, mas com certeza tento todo dia ser menos machista. É pelo bem de mim mesma, mas também da sociedade. Não podemos achar normal sair de casa com medo, ter que planejar rotas pensando no perigo ou não de sermos vitimas de violência só porque somos mulher, de sermos julgadas por atitudes que não trazem mal a ninguém e que só dizem respeito a cada individuo.

Marcadores: , , ,

that would be me. bye!

afe, mc donald's!
sexta-feira, 5 de setembro de 2014 at 10:30
0 comments

Ok que o Md Donald's nãopaga muito bem seus funcionários e não podemos exigir muito deles, mas um pouco de esperteza é bom pra vida de todos.

Hoje fui pedir um Mc lanche feliz e o caixa perguntou o que eu queria de brinde. Eu dsse nada, e ele disse que não podia não levar nada no Mc lanche feliz. Oi?? Foi o suficiente pra ele passar os itens separadamente e a conta dar maior do que o conjunto. Fiz passar de novo e me dar a porra do brinde. Caralho!!! Qual o problema das pessoas? Se você sabe que dá mais, põe a porra do brinde na bandeja e deixa o consumidor decidir o que fazer com aquilo!!!Tive vontade de enfiar o danoninho no rabo dele pra deixar de ser lerdo!

Treinamento, não custa dar treinamento....

Marcadores: , ,

that would be me. bye!

tomando as redeas da vida
terça-feira, 2 de setembro de 2014 at 10:30
0 comments

É muito estranho pensar que só a gente mesmo tem o poder de mudar a nossa vida. Não digo isso de uma forma "auto ajuda", mas de reflexão filosófica mesmo. Basta fazer. Não é decidir fazer. É ir lá e fazer, independente da decisão. Sei lá, é tão fácil cair numa rotina, cair num ciclo, e não perceber que tudo o que basta é ir la e fazer. A gente fica velho e perde esse motor da vida.

Acho que acostumei tanto a viver no mundo de platão que não percebi que o que vale é o que a gene faz aqui. Só eu posso fazer. Então é isso. Vou lá fazer. Chega de tomar decisões.

Marcadores:

that would be me. bye!

#diáriodeviagem: chegando no canadá
segunda-feira, 1 de setembro de 2014 at 11:00
0 comments

Oh, Canadá! Our home and native land...


Finalmente, depois de 24hs, cheguei ao Canadá! Não é a toa que o voo da noite anterior estava cheio, descobri que o avião que faz MSP/YWG é do tamanho de um ônibus!! Sério, preferia que tivessem me posto dentro de um às 17h do dia anterior que eu teria chegado mais rápido...
A chegada em Winnie ao menos foi bem tranquila, sem muitas filas e espera. Com certeza o oficial de imigração ficou se perguntando o que uma brasileira estava fazendo lá de férias, haha, mas eu estava, e bem feliz!

Começando a parte feliz e relaxante da viagem, meu host dad que foi me buscar, sozinho. Nhóin, ele é tão amor, tão fofo! Foi muito reconfortante ver o seu rosto lá, feliz, me esperando =). Fomos falando sem para até o Boston Pizza, pra almoçar, e não paramos <3.
Pedimos pizza de pepperoni e uma porção de fritas bem apimentada que eu amei. Não tinha Coca-Cola, então, depois de muitos anos, bebi 7-up. Fazia tanto tempo que nem lembrava que era tão transparente!

De lá fomos pra Steinbach. Winnie mudou tanto! E a paisagem da estrada também. Enquanto eu observava a paisagem, meu host dad me contou sobre todas as mudanças dos últimos 7 anos. Até Steinbach cresceu! Fomos direto para o trabalho da host mum, e apesar das mudanças da região, a joalheria onde ela trabalha não mudou, hehe... Revi todo mundo (que eu não lembrava, haha) e fomos comprar coisas para eu comer e beber *.*

Fomos pra casa e finalmente pude tomar um bom banho bem gostoso! Só abri a mala, não quis me ocupar de arrumar a mala por enquanto e saímos de novo, dessa vez pra buscar a host mum e fazer uma visita surpresa no trabalho da minha host sister... Mas ela não estava lá! #fail Depois de dar uma voltinha e conhecer mais um monte de gente que eu não vou lembrar, fomos na creche buscar meu host sobrinho (o filho da minha host sister). Menininho atrevidinho! Mas muito fofo, não ficou com receio de mim nem falou nada do meu sotaque ^.^

Chegamos em casa e pusemos nossos pijamas (as crianças da casa, hihi...) e ficamos brincando de me matar (é, aparentemente sou uma vítima fácil, haha) até minha host sister chegar. Ain, que saudades!!! Com a família reunida, jantamos (resto de pizza), vimos TV, conversamos... Delícia!!! E maior delicia ainda ver aquele sol das 20h <3 #thatswhaticalldaylightsavingtime

Marcadores: , , , ,

that would be me. bye!

about the girl

Pode me chamar de Vy. Balzaquiana com cara de universitária. Turismóloga de formação. Rodinha não só nos pés, mas no coração também. Introvertida. Blogueira old school.

good reads

@ carol c. [rolê do amor]
@ nicas
@ nati n.
@ line
@ lari
@ lomogracinha
@ fernanda n.
@ paula b.
@ thais h.
@ tany
@ lia f. [verbo ler]
@ maria t.
@ simone pearl
@ anne r. [cat loves vinyl]
@ bruna
@ pamela
@ lecticia
@ gesiane
@ chris m.
@ meire k.
@ carlos & denise

the past



extras

the simple life