HOME | SOTMB | VY.COM.BR


#beda: 5 idéias pra curtir o fim de semana
sábado, 6 de agosto de 2016 at 12:30
3 comments

Chega o fim de semana e parece que nunca é o suficiente, né? Acho que a gente tem que parar pra respirar e lembrar que a gente não vive pra trabalhar, a gente trabalha pra viver. Então vamos aproveitar nosso tempo nesse planeta!

1. Faça uma lista escrita daquilo que você gostaria de fazer no seu tempo livre. Parece idiota, mas a verdade é que a gente é cheio de vontades, mas quando tem a oportunidade, parece que as idéias fogem! Mantenha um caderno na bolsa, pra anotar tudo o que vier na cabeça durante a semana. Ai quando o fim de semana chegar, se parecer que você tá sem programa, pode pegar o caderno/lista e procurar alguma coisa pra fazer.

2. Procure um voluntariado. Sei que a idéia de trabalhar mais não é muito convidativa, mas acredite, voluntariado não parece em nada com trabalho! Procure atvidades que você acha que vai gostar e vá atrás, vá visitar. Tem opções de poucas horas, você não sente o peso da obrigação e ainda faz bem pro universo ;)

3. Experimente algo diferente. Ao invés de sempre fazer a mesma coisa, escolha sair da zona de conforto! Se você nunca usa sua cozinha, procure uma receita simples pra fazer no fim de semana, por exemplo. Ou vá dar uma volta no parque. Vá num restaurante diferente. Faça um bate e volta pra um lugar diferente. Faça ioga. Pegue a camera, pode ser a do celular, e saia tirando fotos da sua cidade. O que vale é fazer algo que te leve pra um outro patamar, que te dê aquela perspectiva diferente.

4. Passe tempo com quem você ama. As vezes a gente vive numa correria com as nossas coisas e não sobra tempo pra quem importa nas nossas vidas. Sei que é difícil sair todo fim de semana, mas dá pra planejar visitar os pais de vez em quando, ou aqueles melhores amigos. Não precisa ser uma grande reunião com todo mundo, pode ser um encontro com um ou outro amigo, que é mais fácil de combinar do que juntar toda a galera. E gente, aproveitem a família de vocês enquanto eles estão nessa vida!

5. Descanse! Não é só dormir. Tire um tempo pra sentar no sofá e ler, ver algo leve na tv, sem compromisso. É bom ter um fim de semana cheio de coisas legais pra fazer, mas a gente ainda precisa de um momento de descanço pra recarregar as energias, senão chega no fim do domingo morto!

E você, tá aproveitando como o fim de semana?

Este post faz parte do BEDA - blog everyday august. Se quiser conhecer mais gente que está  se aventurando nesta loucura ou precisar de um grupo de apoio pra continuar firme e forte na ~blogueragi~ clica no banner!

Marcadores: ,

that would be me. bye!

#beda: internet e redes sociais
sexta-feira, 5 de agosto de 2016 at 12:27
3 comments

Pra mim o maior trunfo da internet sempre foi a comunicação. Aproximar as pessoas do mundo inteiro, fazer com que todos tenham acesso a informação e a oportunidade de conhecer noas culturas e pessoas.

Meus pais compraram o primeiro computador, um zuper pentium 486 em 1997 e instalaram internet em casa em 1999, antes mesmo de termos um telefone fixo! É que a roça é meio rato de laboratório pra novas tecnologias por causadas empresas instaladas na região, então foi um dos primeiros lugares a ter internet banda larga acessível. Na época a transmissão era via rádio e a qualidade era superior a qualquer internet discada e algumas bandas largas existentes na época. (O telefone fixo foi instalado em casa uns meses depois, com a implementação das teles privatizadas.)

O que eu sempre mais usei na internet foi e-mail e comunicadores instantaneos. Dobradinha mIrc e ICQ, quem lembra? Entrava até em chat do UOL, haha! Mas sempre achei fantástico poder conversar com gente de todo lugar. Ah, a época da inocência!

Uma das minhas primeiras redes foi o fotolog. Meu irmão que me apresentou a ele, na época não tinha camera digital, mas estava pra comprar. Logo depois a coisa estorou, meus amigos todos tiveram dificuldade de conseguir uma conta por causa das cotas de abertura de contas no Brasil. Lembram disso???

Um dos lançamentos que mais me empolgou mesmo foi o Orkut. Comprei a idéia desde o início! Achava muito legal ter uma rede pra agregar todos os seus amigos, poder me comunicar e não perder contato. Desculpa, feice, mas você nunca será! Nunca existiu nada como as comunidades do Orkut!

Também aderi ao Facebook bem cedo, mas não entendia direito. Quer dizer, em comparação ao Orkut, era muito poluído! E também não tinha muitos amigos lá, só uns gringos da época de intercâmbio. Tanto que mal entrava! E hoja já tem mais de 10 anos que tenho conta lá! Mas eu não sigo nenhum dos meus amigos, só minha família. Minha meta é me desvincular de lá a ponto de entrar no máximo 1x por dia só. Já consigo entrar só pra ver notificação (não fico rolando timeline toda santa vez) várias vezes.

Ao Instagram não pude aderir desde cedo porque antes era exclusivo pra ios. Hoje é uma das redes que mais gosto, mesmo com o novo algoritmo. Veremos quanto tempo essa palhaçada vai durar.

Quando o Twitter foi lançado, não dei muita bola e demorei um monte pra criar uma conta. E mesmo assim, na época eu gostava muito mais do Plurk! Passava muitas horas nos chats de lá, era muito engraçado! Mas ai não sei o que deu que todo mundo debandou de lá de uma hora pra outra. Foi lá que o termo /gordasafada surgiu! Mas hoje o Twitter é um dos meus queridinhos. Ou as pessoas de lá. Houve a época de pico em que todo mundo tava lá e acompanhar o feed requeria muito mais tempo, hoje só quem curte muito mesmo tá ali, e é disso que eu gosto. Parece mais uma comunidade mesmo. Não posto mais tanto (no pico postava de 30 a 40 vezes por dia!!!), mas é a rede que eu TENHO que olhar sempre.

Também estou no Snapchat. Infelizmente quando estava na Inglaterra não tinha acesso, perdi um pouco do momentum, mas é a minha rede de lazer. Sigo pouquissímas contas lá, mas vejo sempre. Gosto da espontaneidade e da volatilidade (embora isso esteja pra mudar, conforme anunciado). Deixei de acompanhar coisas produzidas porque gastava muito tempo vendo TUDO, só vejo se uma história me interessa demais. Das lives eu curto quando é de alguma cidade que me interessa. As ezes eu até reassisto, haha! Sigo algumas celebridades lá e curto dar risada com elas. Acho que elas são mais relaxadas no snap.

De comunicadores eu desisti no fim do MSN. Não gosto do Skype (traumas de um relacionamento a distância). Mas uso Whatsapp e Messenger por facilidade de acesso às pessoas sem ter que ligar pra elas. Mas acho que se fosse adolescente teria todos esses ai tipo Line e Yik Yak (tá endo, até sei o que são, mas não tenho/uso, haha).

Vou deixar uns links, fiquem a vontade pra me seguir! (Cada ícone é uma conta diferente, mesmo parecendo duplicada!)

       


Este post faz parte do BEDA - blog everyday august. Se quiser conhecer mais gente que está  se aventurando nesta loucura ou precisar de um grupo de apoio pra continuar firme e forte na ~blogueragi~ clica no banner!

Marcadores: , , , , , , , ,

that would be me. bye!

#beda: do it yourself
quinta-feira, 4 de agosto de 2016 at 10:30
9 comments

Já que no post anterior eu contei um pouco da história do blog, resoli fuçar um pouco nos arquios do computador e achei uns designs antigos. No comecinho era assim, ou você usaa um template pronto, ou se aventurava. Eu tinha muito tempo livre, então tentava dar a minha cara pro meu blog. Era bem divertido, teve época que eu trocava toda semana!

Esse layout eu fiz pra quando eu fui pra Disney, em 2003. Usava muito tabela flutuante!

Tive muitos layouts de Harry Potter!

Nunca fui emo, mas amava Panic! at the disco! A idéia desse layout veio de obserar uma das minhas roommies na época fazendo um trabalho em casa. Ela é designer, nem lembro pro que era o trabalho. Lembro que esse foi um dos layouts mais trabalhosos que já me meti a fazer!

Adoro as cores nesse! A idéia veio de uma revista que comprei numa viagem ao Japão. 

Fiz alguns layouts parecidos com esse. Detalhe pra borda com o nome do blog, haha!

Um dos poucos layouts que fiz pra wordpress. Dá muito trabalho e eu sou muito burra pra isso >.< Mas eu gostava muito dessa idéia, sempre amei vacas!

Tive fase de layout estreito, época em que não rolava postar tanta foto e o importante era o texto. Lembram quando a gente colocava layout temático da estação?

Esse foi um dos primeiros layouts mais elaborados (pra época) que eu fiz. Tava meio obcecada por Matrix na época do segundo filme, hehe.

Quem me conhece sabe que "Here is gone" dos Goo Goo Dolls é a música da minha vida, claro que teve que rolar um layout do clipe! Gosto dele até hoje

Fiz alguns bons layouts com fotos minhas. Essa foto é da janela da república em que morava na Vila Madá / Perdizes.

Eu poderia postar mais um monte, mas acho que esses são alguns bons exemplos. Hoje em dia eu já não tenho muita criatiidade nem saco. E acho que os blogs ficaram muito com a mesma cara, a mesma estrutura, ai é difícil achar inspiração...

Este post faz parte do BEDA - blog everyday august. Se quiser conhecer mais gente que está  se aventurando nesta loucura ou precisar de um grupo de apoio pra continuar firme e forte na ~blogueragi~ clica no banner!

Marcadores: ,

that would be me. bye!

#beda: história na blogosfera
quarta-feira, 3 de agosto de 2016 at 10:30
8 comments

As (poucas) pessoas que chegam aqui devem me conhecer por causa da época de hostee no JustLia, mas poucas delas devem saber que comecei blogando muitos anos antes.

Se bem me lembro, o primeiro contato que tive com blogs do jeito que foram feitos pra ser foi em 2000. Eu tinha um fansite em inglês da banda canadense The Moffatts e conhecia uma galera na comunidade. Quando eles resolveram acabar, muita gente também abandonou o barco e uma das minhas amigas resolveu criar um blog comunitário pras "webmasters" da época. Eu nem sabia o que era um blog! Mas foi ali que vi o que era e que era uma idéia bem legal de diarinho. O blog era no blogger.com mesmo, muito antes de ele ser do Google!

A partir de então, muitos outros blogs começaram a surgir, mas sempre no estilo diarinho. Por meio desses contatos da comunidade, consegui alguns hostees, sempre blogando em inglês, sempre interagindo com as amigas gringas. Eu não conhecia brasileiras que estivessem nessa onda, achava que ficaria sozinha se blogasse em português.

Também tive (ainda está ativo) um livejournal. Mantive várias amizades lá por um tempo, faziamos até rpg de Harry Potter, haha!

Ai na faculdade resolvi começar a contar da minha vida em português. Abandonei a vida em domínios de outras pessoas por um blogger.com.br (um pouco antes de virar globo.com) e fui feliz por lá por uns bons 2 anos. Só sai de lá quando surgiu uma oportunidade de ir pro JustLia. Lá onde eu conheci gente linda como a Nani, a Joana, a Fe e a Nicas. Só saimos de lá quando ela foi pra MTV.

O blog já teve muitos nomes. Lonely Star, In between, sweet denial... Sou do tempo que a gente escolhia nome em letra de música! O nome atual é uma música também, Virginia Moon, um dueto dos Foo Fighters com a Nora Jones <3.

Também já bloguei pro extinto e saudoso gordasafada.com.br (o fansite e o insta ainda estão de pé!), na época que surgiam os blogs de comida, com a Carol, a Rhariane e a Fe. Melhor time da blogosfera <3 Infelizmente ele não pagava nossas contas e a gente abandonou aos poucos, então resolvemos tirar do ar </3

Eu gosto de alguns blogs grandes, mas gosto mais de blogs em que transparece mais a autora. Gosto de posts diarinho! As vezes eu não sei o que comentar, mas eu gosto sim, hehe...

Este post faz parte do BEDA - blog everyday august. Se quiser conhecer mais gente que está  se aventurando nesta loucura ou precisar de um grupo de apoio pra continuar firme e forte na ~blogueragi~ clica no banner!

Marcadores: ,

that would be me. bye!

#beda: de onde eu blogo
terça-feira, 2 de agosto de 2016 at 10:30
10 comments


Então vamos começar do começo, né?!

Por enquanto estou morando na casa da minha mãe até decidir o que ou fazer da vida. Tenho sim um quarto só pra mim, porém eu não gosto de ficar muito tempo lá, porque acho que quanto mais eu uso meu quarto pra coisas que não sejam dormir, mais difícil fica na hora que eu preciso desligar. Então por isso ando usando o computador na mesa da sala. Aqui também tem uma tv smart hd, então também posso ver o que eu quiser, de programas da tv a cabo a Netflix e Youtube enquanto sento na frente do laptop.

Meu laptop é um Toshiba Satellite, que comprei em uma viagem, em 2012, que veio com Windows 7. Depois de um tempo o sistema ficou meio doido, então quando saiu  atualização pro Windows 10, de graça, resolvi instalar (quem me conhece sabe que odeio atualizar essas coisas). E voilá! Há quem pergunte porque não invisto logo em um Mac, mas é simples: Mac é muito caro. E eu não uso o computador pra nada avançado. Quando muito eu vejo um Netflix. Ou uso o Photoshop pra coisas simples. Esse laptop dá muito bem pro gasto. Nem o hd eu uso muito, já que tenho um hd externo de 1 tb. O maior problema que eu tive com ele foi quebrar a tela (caiu uma torrezinha de cd no tampo) e quebrar o tampo em si (tive que mandar colar pra conseguir abrir a tela). Nessa época até comecei a ver outros computadores, mas pra compensar mesmo, comprar um laptop com processador igual ou melhor, era muito caro, então desisti e continuo bem feliz com o meu. O tamanho é bom também, não tenho do que reclamar.

Ah, ali no canto direito tem um adesivo da Turma da Mônica, porque, né, muito amor <3.

Se alguém for fazer um post desse tipo, deixa o link pra eu ir lá ler =D.

Este post faz parte do BEDA - blog everyday august. Se quiser conhecer mais gente que está  se aventurando nesta loucura ou precisar de um grupo de apoio pra continuar firme e forte na ~blogueragi~ clica no banner!

Marcadores: , ,

that would be me. bye!

#diarinho: mocoteando
segunda-feira, 1 de agosto de 2016 at 13:30
5 comments

Essa semana tivemos a passagem da tocha olimpíca pela roça. Como aqui é literalmente caminho pro Rio de Janeiro (a Dutra, uma das rodovias mais importantes do país, que liga as duas maiores cidades, passa no meio da cidade), já sabiamos que só veríamos a tocha bem próximo do começo das Olimpíadas. E pra coroar, ela passou por aqui na véspera do aniversário da cidade.

Das vantagens de morar no centro da cidade, o trajeto da tocha passou do lado de casa! Mas essa organização foi meio falha, porque o trajeto cortava tantas ruas do centro que as 15h não tinha jeito de entrar ou sair daqui de carro ou ônibus! Minha mãe voltou mais cedo pra sequer conseguir chegar em casa!

A previsão é que os corredores sairiam às 17h do ponto de partida, mas só começaram a andar 1h depois disso. Minha mãe arranjou um link pra acompanhar pra saber a hora de descer pra ir ver a passagem, mas nem precisava, dava pra saber pelos helicópteros escoltando o trajeto!

Descemos e até que tinha uma galera na rua. O pessoal old school do prédio já tava na avenida esperando. Aproveitei pra ficar bem no meio só pra dizer que um dia eu já parei no meio daquela avenida, haha!

Depois de dois carros de som com músicas diferentes, um logo atrás do ourto (sério, quem faz isso??), a tocha finalmente passou. Foi rapidinho, mas deu pra ver direitinho, e no futuro vou poder contar pro meu sobrinho que eu vi ao vivo alguma coisa da Olimpíada que passou no país, HAHAHA!

E de verdade, de todo mundo que carregou a tocha na cidade só conhecia uma pessoa, a nadadora Fabíola Molina, que treinava no clube na frente de casa. Eu já treinei lá também, mas as minhas chances de participar de uma Olimpíada foram enterradas com a minha preguiça eterna de esportes =P.

No dia seguinte, meu irmão veio almoçar em casa com a família, e eu vi uma das coisas mais nojentas na vida!

De vez em quando eu meio que ajudo minha cunhada a trocar a fralda do meu sobrinho. Não fico muito perto porque ele já espirrou um pedacinho de coco na minha roupa, então fico esperta. Nesse dia tudo parecia estar indo normal quando de repente... Aquele anjinho consegue projetar um jato de coco na mãe!!! HAHAHA, pimenta nos olhos dos outros é refresco! Ele continuou sorrindo como se nada tivesse acontecido e a minha cunhada ficou até sem reação, porque em 2 meses e meio isso nunca tinha acontecido! E essa é mais uma das razões pelas quais eu não tenho a mínima vontade de ter filhos!

No fim de semana eles resolveram ir pra Minas, então no sábado minha mãe resolveu ir almoçar no shopping pra dar uma passeada. Fomos no que eu menos gosto, mas passamos a tarde por lá. Comi um pf no Patroni e experimentamos a batata rústica do Mc Donald's. Aprovadíssima! Antes de voltarmos, passamos no super mercado e achei uma garrafa de litrão de Coca Cola! Há quanto tempo eu não via isso? Quando era criança eu lembro de chegar no super mercado com uma caixa cheia de casco de cerveja e refrigerante pra trocar toda vez. A garrafa pet entrou nas nossas vidas quando já era maiorzinha, então essa é realmente uma coisa nostálgica! Claro que tive que comprar uma, afinal, toda garrafa é garrafa pra eu colecionar!!!

No domingo fui pra SP almoçar com uns amigos no Mocotó. Quando eu digo pras pessoas que tem que leantar cedo pra pegar mesa lá, não é exagero. Acordei 7h30, quase morrendo, e um pouco antes das 11h30 estavamos lá na frente, com um pouco de fila já! Antes do meio dia o restaurante já estava lotado e tinha fila de espera lá fora. Em uma certa altura inclusive escutamos que a espera poderia ser de até 3h! Eu amo o Mocotó, acordo cedo toda vez que vou, mas não esperaria 3h por uma mesa não!

Os namorados dos meus amigos nunca tinham ido, então pedimos o tradicional: torresmo e dadinhos de tapioca. E nos aventuramos com uma porção de "torradinha" de carne de sol. Fico devendo a foto pois: fome. Antes do prato chegar, cada um tinha uma idéia do que deveria ser aquilo. Torradinha tipo petit four? Torrada feita de carne de sol? Vira e mexe eu esqueço que eles começaram a produzir o próprio pão, mas me surpreendo muito positivamente! A torrada não tem nada de inha, muito pelo contrário. O pão é do tamanho de uma bruscheta, e bem recheada! E o pão em si é maravilhoso, nada de pão seco e duro! Tem uma casca crocante e um miolo firme sem ser massudo demais. E o recheio é bem servido, úmido na medida, com uma liga ótima que não fica caindo pelos lados quando você morde. Pra mim, entrou na lista das coisas que não posso deixar de pedir quando vou lá!

Também pedimos caipirinhas de cachaça, porque a cachaça que eles usam é marailhosa! Não é daquele tipo que desce rasgando, mas não deixa de ser forte! Eu sempre peço a de três uvas, mas a de limões com rapadura também é muito boa!

De prato principal, meus amigos dividiram um baião de dois médio em 4 pessoas. Eu não comi pois: coentro. Da primeira vez que fui, com a Carol, fomos seca no baião e: decepção. Odiamos coentro e achamos que era muito forte, não conseguimos comer quase nada =(. Desde então, nunca mais comi de trauma. Mas meus amigos adoraram. Pra compensar, dividi com alguns deles a carne de sol assada, que também é um clássico! E nos acabamos todos no chips de mandioca, que é tão bom que eles vendem em pacote pra levar pra casa <3.

Não podia faltar a sobremesa, e pedi o mousse de chocolate com cachaça. Tem outras coisas muito gostosas no cardápio, mas pra mim nada bate esse!

2h depois a gente teve que se rolar pra ir embora! É uma sensação muito boa ficar estufada de comida maravilhosa, né? Ah, e no fim a gente ainda viu o chef, que é uma graça <3

Antes de pegar o rumo de volta pra roça, aproveitei pra passar na Daiso do Tucurui. Meu earmuff dobrável se fué no inverno inglês e vi que eles tinham recebido aqui, então resolvi ver se ainda tinham e... Tinham! Queria comprar todos, haha, mas racionalizei que por enquanto não vou precisar pois não vou viajar pra nenhum lugar que neva ou faz frio demais! BUT! Acabei comprando várias outras coisas, hahaha! Pra sorte do cartão de crédito, antes de passar no caixa eu tirei várias coisas do cesto! Acho que nunca consegui na vida entrar numa Daiso e não comprar nada. No Japão sempre saia muitos e muitos ienes mais pobre!

Voltando pra casa,a noite, tentei ver o Teens' Choice Awards, mas não aguentei. Tive que tirar um cochilo antes de dormir! Quem me conhece sabe que não sou de cochilos, mas as vezes fico tão cansada que se não tirar um cochilo, não consigo viver. O Henrique T. ficava indignado quando eu precisava de cochilo antes de dormir, mas foi aprendendo que é um conceito muito maravilhoso pra dormir melhor. É tipo um descanso sem comprometimento, sabe? Pra aliviar a pressão e depois conseguir dormir melhor! Geramente eu intercalo com um banho bem gostoso, ou achar os acessórios certos pra dormir (tipo baixar edredon, procurar travesseiro, etc).

Nada melhor pra se preparar prum #beda, né? Let the games begin!

Este post faz parte do BEDA - blog everyday august. Se quiser conhecer mais gente que está  se aventurando nesta loucura ou precisar de um grupo de apoio pra continuar firme e forte na ~blogueragi~ clica no banner!

Marcadores: , ,

that would be me. bye!

#beda: será que vai?
at 10:30
1 comments

Nunca fiz nenhum projeto pro blog, mas animei de tentar fazer um #beda dessa vez.

Mas o que é #beda?

Beda é abreviação de blog everyday august, ou seja, tentar blogar todo dia durante o mês de agosto.

Qual o objetivo? Sei lá, se comprometer mais com o blog e contar mais da história dele e de mim? Talvez, vamos ver no que é que vai dar!

Este post faz parte do BEDA - blog everyday august. Se quiser conhecer mais gente que está  se aventurando nesta loucura ou precisar de um grupo de apoio pra continuar firme e forte na ~blogueragi~ clica no banner!

Marcadores:

that would be me. bye!

about the girl

Pode me chamar de Vy. Balzaquiana com cara de universitária. Turismóloga de formação. Rodinha não só nos pés, mas no coração também. Introvertida. Blogueira old school.

good reads

@ carol c. [rolê do amor]
@ nicas
@ nati n.
@ line
@ lari
@ lomogracinha
@ fernanda n.
@ paula b.
@ thais h.
@ tany
@ lia f. [verbo ler]
@ maria t.
@ simone pearl
@ anne r. [cat loves vinyl]
@ bruna
@ pamela
@ lecticia
@ gesiane
@ chris m.
@ meire k.
@ carlos & denise

the past



extras

the simple life