HOME | SOTMB | VY.COM.BR


#eu fui: matchbox twenty em são paulo
quarta-feira, 18 de setembro de 2013 at 15:38
0 comments

Vou ter que atropelar as postagens das férias porque TENHO que registrar aqui as impressões desse show! Mas juro que os posts estão ao menos sendo escritos!!! É que é tanto detalhe, não quero deixar nada de fora.

Bem, pra quem não percebeu ainda, prazer, fã de Matchbox Twenty desde 1998. Ou pelo menos escuto com muito apreço essa banda desde então. Ano passado eles lançaram trabalho inédito, depois de 10 anos, e a chama do meu amor por essa música foi reascendida <3.

Como todo mundo sabe, fui pros EUA nas minhas férias para ver a turnê deles com os Goo Goo Dolls. Foi fantástico e tal (reviews por vir!) e achei o mb20 a melhor banda ao vivo que eu já vi. Do tipo, eles não erram nada no palco. Nenhuma nota sai desafinada.

Durante a semana lançaram uma possível setlist para o show de Sampa e fiquei meio despaontada porque não mostrava nada daquilo que eu já tinha visto nas férias. Mas ok, a banda é boa. Só queria poder ouvir mais coisas.

Chegamos 01h antes do show e conseguimos um bom lugar na Pista Premium, depois de eu sagazmente perceber que estavamos do lado do Kyle do palco e morreriamos com as as histéricas se ficassemos ali. Fomos para o lado do Paul, tinha bem mais homem.

A banda atrasou... 05min. A abertura foi igualzinha da turnê de verão, com a diferença que o "apresentador" ao fim diz "Matchbox VINTE".

O palco que eles trouxeram é bem mais simples que o da turnê americanas, mas achei que deixou a banda mais próxima do público, não só fisicamente, como intimamente.

Desde o início gritei e pulei muito, mesmo que "Parade" não seja exatamente uma música super agitada.

As primeiras músicas foram exatamente o setlist que eu já tinha ouvido. Me empolguei mais porque tava bem mais perto da banda e não tava nem um pouco preocupada de tirar fotos. Ainda bem, porque um corno filho da puta me deu um banho de cerveja. Usei isso, ficar fedendo o show todo, como arma pra ninguém me incomodar no meu espaço. Quando alguém ameaçava querer roubar o meu lugar, pulava e gritava muito, quase me esfregando com aquele fedor de cerveja nas pessoas. Funcionou, tive espaço pessoal bem satisfatória a maior parte do show=).

Sem os cubos de led, não rolou a intro do despertador de "3AM", mas acho que eles podiam ter trazido um videozinho pro telão! Do nada começa a música, sem aquela antecipação gostosa... Mas ok, valeu anda assim, foi uma das músicas com maior coro. E ainda logo depois rolou "Real World", a melhor música pra cantar junto, quando gritei horrores no ouvido de todo mundo, haha!

Ai a banda deu um break, já era a sétima música, e rolou Rob anunciou... "Overjoyed"!!! Mas rolou uma tensãozinha porque a guitarra do Kyle quase não funcionou, hehe. Foi o momento dos fãs, porque todo mundo queria ouvir essa e eles tinham tirado da summer tour.

Essa parte foi a melhor, com algumas boas surpresas, tipo "Hang" (que eles não cantavam faz tempo também), quando a galera ficou em transe, ainda mais com o Kyle cantando o refrão, "Girl like that", que eu amo e queria muito poder ver ao vivo um dia e "The Way". Nessa, quando o Rob anunciou que o Kyle ia cantar, eu dei um berro tão alto que o moço do meu lado se assustou, hahaha! Aparentemente não estavamos entre os mais fãs porque ninguém se empolgou comigo com essa música, poxa! Nos fóruns da vida é sempre uma das mais pedidas porque é a música do Kyle <3.

Das músicas que a galera pirou muito, "Desease", no começo do show, e "Unwell", que deixou a banda boquiaberta, de verdade, de ver que a plateia sabia toda a letra. Foi lindo! Cada música tinha um coro maior e acho que eles não esperavam tamanha receptividade.

No refrão, já extasiados, acho que a gente não esperava mais nada especial, quer dizer, naquele momento, após "Bright Lights", a gente já se sentia sortudo o suficiente de estar ali vendo aquele show. Porém, a banda voltou com "Our Song", uma das minhas favoritas do album novo e último single que eles lançaram nos EUA. Também rolou "Sleeping at the Wheel" e a cover de "Don't Change", que eu já tinha visto. Mas é uma excelente cover, vale a pena=).

No fim, quando anunciaram "Push", fiquei triste de estar acabando=( Mais de 02hs depois, eu poderia continuar pulando e cantando, música por música, até acabar o repertório e começar tudo de novo. "Push" é sempre bittersweet porque é o maior sucesso, aquela música que os fez famosos, mas que encerra o show, com gostinho de quero (muito) mais!

No fim, minha única reclamação é que tinha umas minas muito folgadas e escrotas na pista premium que se acharam no direito de tirar toda a visão do palco ficando no ombro de outras pessoas. Puta galera sem noção nenhuma! Isso não é fã, é filha da puta mesmo. Do tipo que reclama que no Brasil o povo não tem educação mas que corta fila na Disney e joga papel de bala pela janela do carro. But what goes round comes around, karma is a bitch.

Depois de brigar (e perder) um taxi, ainda consegui voltar de ônibus, sem transito nenhum, pra casa. Pro folgado que roubou meu taxi, um beijo, certeza que morreu com a tarifa, eu cheguei em 03min e paguei só R$ 3 #chupa



SETLIST - MATCHBOX TWENTY ESPAÇO DAS AMÉRICAS 17/09/2013

Parade
Bent
Disease
She's So Mean
How Far We've Come
3 A.M.
Real World
If You're Gone
Overjoyed
All Your Reasons
Long Day
I'll Believe You When
Girl Like That
Hang/Peaceful Easy Feeling (Eagles cover)
I Will
Unwell
Radio
So Sad So Lonely
English Town
The Way
Bright Lights
Encore:
Our Song
How Long
Back 2 Good
Sleeping at the Wheel
Don't Change (INXS cover)
Push

Marcadores: ,

that would be me. bye!

about the girl

Pode me chamar de Vy. Balzaquiana com cara de universitária. Turismóloga de formação. Rodinha não só nos pés, mas no coração também. Introvertida. Blogueira old school.

good reads

@ carol c. [rolê do amor]
@ nicas
@ nati n.
@ line
@ lari
@ lomogracinha
@ fernanda n.
@ paula b.
@ thais h.
@ tany
@ lia f. [verbo ler]
@ maria t.
@ simone pearl
@ anne r. [cat loves vinyl]
@ bruna
@ pamela
@ lecticia
@ gesiane
@ chris m.
@ meire k.
@ carlos & denise

the past



extras

the simple life