home | sotmb | vy.com.br


sexta-feira, 13 de dezembro de 2019 at 20:51
0 comments
batalha de gigantes

Eis que a final tão aguardada da patinação artística chegou! Desde as olimpíadas de inverno de 2018, Yuzuru Hanyu e Nathan Chen não se encontravam no gelo. Na ocasião, Nathan errou muito em seu programa curto a ponto de não ter pontuação suficiente para brigar pelo pódio. Yuzuru, mesmo machucado, foi o quão impecável ele poderia ter sido e se consagrou o campeão dos campeões. Mas assim como nos jogos, continuou enfrentando problemas com machucados, o que o fez desistir de várias competições, abrindo espaço para Nathan acumular vitórias. Mas nessa temporada 2019-2020, Yuzuru finalmente conseguiu se recuperar e se manter saudável e chegar a final sem nenhum problema de saúde!


Foi também a maior consagração da treinadora Eteri Tutberidze, da Rússia, levando 4 atletas para os 6 lugares possíveis. O 4A - Aliona (Kostornaia), Anna (Scherbakova), Alexandra ("Sasha"Trusova") e Alina (Zagitova - atual campeã olímpica). Rika Kihira do Japão estava lá defendendo o título de 2018.



Vou começar comentando que assisti só a final dos pares e da dança. E foi uma bagunça! Aparentemente os programas curtos foram bons, mas chegou no programa livre... Um festival de erros! Até o último casal não dava pra saber o que seria do pódio! Mas no fim os favoritos levaram ouro: na dança, G. Papadakis e G. Cizeron e nos pares S. Wenjing e H. Cong.



O engraçado mesmo é que as flores entregues no pódio eram de chocolate e Cong não perdeu tempo comendo ao vivo pro mundo ver! Weijing teve que dar uma bronquinha pra ele parar, hahaha!

Na competição feminina individual, a contusão da Rika fez diferença no seu programa, e ela não foi páreo para as russas. Mas a supresa foi, após um belo programa curto, Zagitova errar tanto a ponto de, do segundo lugar, acabar em última após o programa livre! Aparentemente ela se machucou e nem chegou a se apresentar na gala =(

Kostornaia fez jus ao apelido de impecável e não errou na sua apresentação. Apesar de ter apenas 16 anos, seu programa é limpo, correto e muito bonito!

A expectativa pela final masculina era de que Yuzuru e Nathan brigariam pau a pau pelo 1o lugar e os outros 4 patinadores que lutassem pelo 3o lugar. Mas o primeiro homem a se apresentar mostrou a que veio. Apesar de ter a música trocada logo no programa curto, Kevin Aymoz não se deixou abalar e simplesmente arrasou com uma apresentação sem erros! Tanto é que nenhum dos russos nem Jin Boyang foram páreos para ele. Para quem nem esperava se qualificar para a final, o começo foi um presente e tanto! Foi bem legal ver como ele e a equipe vibraram com seu resultado =).

O mesmo não podemos falar de Yuzuru =( Apesar de não estar machucado, ele não conseguiu apresentar um programa limpo. Ficou em ssegundo por menos de 1 ponto de diferença, e Nathan abriu uma vantagem gigante, conseguindo finalmente apresentar um programa limpo nessa temporada.

No programa livre, Kevin conseguiu novamente se presentar sem erros, cravando seu lugar no pódio. Como foi o ane penúltimo a se apresentar, ao somar seus pontos soube instantaneamente que estava no pódio, e ninguém naquela arena gritou mais com um resultado! Lindo demais de ver <3

Por problemas na viagem, o treinador designado para acompanhar Yuzuru não chegou a tempo da apresentação do programa curto, o que muita gente culpou pelos erros, mas ele conseguiu chegar para o programa livre, e coincidência ou não, houve uma melhora significativa. A apresentação não foi sem erros, mas foi bem melhor. Como eles sabia que Nathan apresentaria 5 saltos quádruplos, Yuzuru resolveu apresentar também, mas não sem sofrimento. Ele tem asma, o que provavelmente afeta sua resistência, e no final do progrma ele não tinha mais energia para fazer os últimos saltos. Mas foi bonito de ver, ele terminou a apresentação literalmente caindo!

Além de ser o queridinho da torcida, a final foi no dia de seu aniversário, e dificilmente um patinador recebeu tantos presentes no gelo! Uma verdadeira chuva de ursinhos Pooh!

Nathan foi impecável de novo e não teve pra ninguém! Apesar da boa pontuação de Yuzuru, Nathan foi tão bem que terminou com mais de 40 pontos da dianteira.


Nas entrevistas durante as competições, Yzuru e Nathan não pouparam elogios uns aos outros - Yuzuru elogiando a técniica de Nathan e declarando que é um rival como ele que o faz querer continuar no esporte e Nathan elogiando a execução como um todo dos programas de Yuzuru, dizendo que o rival é o "maior atleta de todos os tempos (na patinação)" e que um dia quer atingir esse nível. Na verdade as entrevistas oficiais pareciam mais uma ode ao Yuzuru, 75% das perguntas eram voltadas todas a ele, havia até uma tradutora para japonês/inglês, e mesmo Nathan não recebeu tanta atenção (coitado do Kevin só tava lá por obrigação!).

A apresentação de gala foi bem legal, mas até a da NHK foi melhor. Os italianos (a competição foi em Torino) incluiram umas firulas como acrobacia em panos e música "ao vivo", mas a transmissão foi meio bagunçada, uns angulos de câmera bem ruins.


Marcadores: , , , , , , , , , , , ,

that would be me. bye!

domingo, 1 de dezembro de 2019 at 11:30
0 comments
#euvi: last christmas (uma segunda chance para amar)


Mas vocês podiam ter absoluta certeza de que eu ia ver esse filme! Se tivesse estreado antes, eu já teria visto até mais de uma vez!

Kate, uma aspirante a cantora e atriz, trabalha em uma loja de artigos natalinos, sem muita perspectiva de sucesso. Se sente perdida e incompreendida, quando conhece o enigmático Tom, que se parece o seu oposto. Com ele, começa a exergar mais a vida ao seu redor e a considerar outros rumos para a sua vida. Tudo isso enquanto passeiam por uma Londres encantadoramente decorada para o Natal.

ALERTA DE SPOILERS! NÃO LEIA A PARTIR DAQUI SE NÃO QUISER SABER MAIS DETALHES DO FILME!!!

É muito difícil escrever uma sinopse para este filme sem dar spoiler! Ou você escorrega, ou escreve algo tão genérico que ninguém vai querer ver!

Desde que o 1o trailler saiu, começaram as especulações sobre a real história por trás desse romance. Por que as pessoas simplesmente não conseguem aceitar que as vezes tudo o que a gente precisa é de um filme previsível? Sempre aconteceu com os filmes de Richard Curtis e ninguém nunca reclamou!!! (Mentira, só não tinha rede social, hahaha) Mas enfim, SEM QUERER eu acabei caindo nessa armadilha, apesar de tentar me manter distante até que conseguisse assistir o filme. O que não foi fácil, estando no Brasil, já que levou uma eternidade (TRÊS FUCKING SEMANAS!!!) pro filme estrear aqui!!!

Eu arrastei minha mãe pra ver comigo, e não sei se ela ainda não comentou nada porque achou o filme péssimo ou se foi porque eu chorei horrores, HAHAHAHA! Mas eu vou dizer já que é um dos meus filmes de natal favoritos (depois de Love Actually, claro)!

Então, logo de cara, digo que as especulações que rolaram estavam bem fundamentadas. Bom, não foi difícil de ligar os pontos, uma vez que toda a divulgação do filme foi feita em cima do fato de ser baseado na música do Wham, "Last Christmas". E a letra diz: "Last Christmas, I GAVE YOU MY HEART" ("No último Natal EU TE DEI MEU CORAÇÃO")!!!

Uma parte de mim simplesmente ODEIA filmes com motivos espirituais/transcedentais!!! Uma das razões é que eu me irrito com inverdades/coisas que não podem ser provadas, principalmente se misturadas ao "mundo real", e outra é porque eu não acredito no supernatural de uma maneira geral.

Mas ok, é só um filme!!! E é um filme muito fofo! Em Londres! No Natal! Com a Emma Thompson!

Assistindo umas entrevistas da turnê promocional, eu achei que tinha tomado um spolier reverso com uma resposta do Henry Golding dizendo que o seu personagem era um humano especial, que te faz querer ser melhor. Achei que isso queria dizer que tudo o que estava sendo dito sobre seu personagem ser um fantasma era mentira e que ele estava bem vivo no filme! Mas ai, sei lá porque isso me ocorreu tão depois, eu fquei pensando que se a divulgação insistia tanto em ser sobre a música, que ele tinha sido um bom humano, mas que ele doou seu coração pra personagem da Emilia Clarke, e era sim um fantasma! Então eu meio que fui pro cinema esperando que isso fosse e não fosse verdade <o> Sei lá, ainda tinha a possibilidade do filme ser uma memória, em que ela conhecesse ele vivo e depois ele morresse, eu não sei o que meu cérebro estava tentando fazer!!!

O que eu achei legal, apesar da história do fantasma (tem gente se perguntando se era uma alucinação da Kate, mas se até eu, atéia, posso aceitar que no filme ele era um fantasma, todo mundo pode aceitar que ESSE FILME É SÓ UMA OBRA DE FICÇÃO!!!), tem o flash back dos momentos em que eles passaram "juntos" mostrando como na verdade ela estava sozinha o tempo todo para o resto do mundo. E no fim, mesmo que você ainda insista em achar que foi uma alucinação, ela consegue por si mesma contornar a situação caótica em que levava a sua vida e dar um bom rumo para ela!

Além do romance, eu gostei que a Emma Thompson jogou um pouco de crítica social com uma pitada de Brexit na história, já que a família da Kate foge da antiga Yuguslávia por causa da guerra, mas se sente ameaçada mesmo tendo criado raizes na Inglaterra. 

O elenco é incrível, mas se você já tinha visto "Me before you" ("Como eu era antes de você"),  já sabia que a Emilia Clarke era mais do que a mãe dos dragões (e eu acho que, apesar de personalidades opostas, ela faz o mesmo personagem nos dois filmes). Achei que Henry Golding não fosse segurar esse papel, no começo ele não me convenceu muito, mas a medida que seu personagem ganha mais dimensão, ele me ganhou! E o que dizer que Emma Thompson, né? Dame Emma <3 E Michele Yeoh está absolutamente fantástica sendo cômica!


Marcadores: , , , , , , , , , ,

that would be me. bye!

about the girl

Pode me chamar de Vy. Balzaquiana com cara de universitária. Turismóloga de formação. Rodinha não só nos pés, mas no coração também. Introvertida. Blogueira old school.

good reads

@ nati n.
@ nicas
@ mari
@ lari
@ fernanda n.
@ paula b.
@ tany
@ maria t.
@ gesiane
@ thais h. [projeto disney]
@ lari p.
@ aline a.
@ chat-feminino
@ viviane
@ lorraine

the past



extras

splash! of colour