HOME | SOTMB | VY.COM.BR


#beda: resumo da semana
segunda-feira, 29 de agosto de 2016 at 12:38
1 comments

Dá pra acreditar que chegamos na última semana de beda??? Apesar do esforço que tá sendo termina-lo, vai deixar saudades. Mal posso esperar o blog day pra indicar muitas lindas que conheci no nosso grupo de apoio <3

Passar a semana sem Olimpíadas só foi menos difícil porque as vendas de ingressos para as Paralimpiadas atingiram recordes e porque, na falta de outra pauta, continuo se falando de Olimpíadas em muitos canais.

Essa semana não fui pra São Paulo, fiquei mais quieta em casa. Ou o quão quieta eu consigo ficar. Comecei a reler a saga Harry Potter, dessa vez em inglês (os 4 primeiros livros eu só tinha lido em português), mas eu não tenho a versão em inglês de Cálice de Fogo (quando comprei os outros 3 não tinha justo esse volume), então comecei a ler em português mas não tá avançando. E eu sei que é uum livro muito bom! Imagina quando chegar na Orden da Fênix, que eu acho chato??? Bom, por conta disso, resolvi espairecer com outro livro, igualmente inglês, mas totalmente diferente, Pride & Prejudice, da Jane Austen.

A primeira vez que eu li esse livro, tinha uns 15 anos e estava encantada por Jane Austen depois do filme "Sense and sensibility", adaptado pro cinema pela Emma Thompson. Achei o livro em português no meio das coisas de um tio, e logo que comecei a ler não consegui parar! Se tornou meu livro favorito de cara e eu reli aquela edição muitas vezes. Até na faculdade encontrar uma promoção da versão em inglês e tentar ler. Não vou dizer que é a coisa mais fácil, porque é inglês arcaico, mas a narrativa da Jane Austen é maravilhosa e isso se torna um detalhe.

A história fala de como a vida da família Bennet, da casa de Longbourn, muda com a chegada a região do Mr Bingley e sua família e amigos a casa de Netherfield.

Confesso que dessa vez a leitura começou mais devagar, mas logo a história engata e foi difícil largar o livro! Pra tornar a experiência ainda mais satisfatória, fui ler alguns dias no Starbucks, porque eu adoro o clima de lá, e o chá, claro ;). Se houvesse Starbucks na cidade aqui na roça, ai que eu nunca mais sairia de lá!

Em 2005 adaptaram a história pro cinema e eu simplesmente odeio essa versão. Tudo o que tem pra fazer de errado eles fizeram, em especial, e imperdoavemente, colocaram o pior Mr Darcy qe eles poderiam achar e fizeram do personagem um emo do caralho.

Porém existe essa versão maravilhosa que a BBC fez em 1995, o primeiro trabalho grande do Colin Firth como o Mr Darcy perfeito! É uma minisérie pra tv que foi dividida em 6 episódios e que os produtores tentaram recriar o mais fielmente possível. Foi a partir dessa minissérie que a autora de Bridget Jones moldou os seus personagens e que a adaptação pro cinema foi feita (tanto é que o Colin Firth faz o Mr Darcy da Bridget!).

O meu box eu comprei numa viagem ao Canadá, mas eu já vi pra vender aqui no Brasil (na Livraria Cultura do Conjunto Nacional) e não é muito caro.

Pra mim, tudo o que o filme de 2005 fez de errado, essa série acertou. Colin Firth hesitou em aceitar o papel, mas sabia que ele teria que ser o mais fiel possível ao livro se quisesse fazer jus a história. As irmãs Bennet são perfeitamente inglesas e muito críveis. A Mrs Bennet é simplesmente sensacional! Sabe quando você vibra por uma interprestação? É essa mulher! Até o Colonel Fitzwilliam é aquilo que eu esperava (e claro, super shippo ele com a Lizzy durante a visita de Hunsford!).

Claro que eu reassisti o box depois de ler o livro, eu tinha que rever aquilo que se passou na minha cabeça, hehe...


Depois de reler "Pride..", ao invés de voltar pro Harry Potter, resolvi reler um xerox da época da faculdade que achei no meio das minhas agendas. Sabem o Prof. Clóvis de Barros Filho? Antes dele ser essa pequena celebridade academica que aparece no Jô ele foi meu professor na faculdade. Era pra termos aula de Direito do Turismo, mas a formação dele é em Direito, mais voltado pra filosofia e ética, logo o Código de Defesa do consumidor foi tendo cada vez menos tempo nas nossas aulas, mas em compensação a aula de ética dele era simplesmente hipnotizante!

Em uma das aulas ele pediu pra gente ler o livro "Felicidade, desesperadamente", que, como era difícil de encontrar, ele tinha disponibilizado no xerox pra gente. Na época nem lembro porque ele nos pediu pra ler esse texto e eu achava que nunca tinha conseguido terminar de ler, porque me lembrava claramente de que eu ficava muito deprimida de lê-lo. Mas uma coisa que nunca esqueci é que ele sempre dizia que esse título em português era errado, e que deveria ser "Felicidade, desesperançadamente".

Como da outra vez, o começo do livro não foi fácil, mas continuei e lá pelo meio do livro ele toma uma direção que eu nunca tinha esperado (e dai cheguei a conclusão de que nunca tinha terminado de lê-lo) e aoo final da leitura, eu era uma pessoa muito mais satisfeita!

O livro é na verdade um seminário que o autor, Andre Comte-Sponville, deu na França sobre a filosofia do que é a felicidade. Então é um livro bem didático que explora várias definições de maneira bem clara, até fazer-nos chegar a conclusão do que é a felicidade. Ele explica desejo, vontade, satisfação e, por fim, felicidade e isso me fez pensar muito, e acho que é a partir de discussões como essa, que a expressão "a gente faz a nossa felicidade" vem, mas lendo esse livro eu realmente entendi o que isso quer dizer. Felicidade dá trabalho, mas não é só físico, é mental também.

No fim de semana meu irmão foi viajar, então no domingo fui almoçar com minha mãe no shopping. Não sei porque, durante a semana bateu uma vontade louca de comer Mc Donald's, então foi o que pedi. Meu pedido clássico é sempre o número dois, quarteirão com queijo e coca normal de bebida, hehe.

Aproveitei pra ver o que tinha no cinema, e infelizmente, nessa roça, só tá passando "Pets" dublado =( Porra, Kinoplex! Porra, Cinemark! Assim fica difícil ir no cinema, né!

Fomos no Wal Mart que é dentro desse shopping e achei geléia de mocotó sabor natural pra vender, finalmente! Sei que é difícil achar geléa de mocotó pra vender hoje em dia, mas sabor natural é ainda mais difícil! Já falei aqui que adoro isso desde criança, pra mim é a sobremesa perfeita =).

Além do blog day ainda tem amanhã pra pautar, mas eu já tenho uma idéia do que escrever, ao menos! E pra setembro, o que será que teremos? Hehehe...

Este post faz parte do BEDA - blog everyday august. Se quiser conhecer mais gente que está  se aventurando nesta loucura ou precisar de um grupo de apoio pra continuar firme e forte na ~blogueragi~ clica no banner!

Marcadores: , , , , ,

that would be me. bye!

about the girl

Pode me chamar de Vy. Balzaquiana com cara de universitária. Turismóloga de formação. Rodinha não só nos pés, mas no coração também. Introvertida. Blogueira old school.

good reads

@ carol c. [rolê do amor]
@ nicas
@ nati n.
@ line
@ lari
@ lomogracinha
@ fernanda n.
@ paula b.
@ thais h.
@ tany
@ lia f. [verbo ler]
@ maria t.
@ simone pearl
@ anne r. [cat loves vinyl]
@ bruna
@ pamela
@ lecticia
@ gesiane
@ chris m.
@ meire k.
@ carlos & denise

the past



extras

the simple life