HOME | SOTMB | VY.COM.BR


#euvi: o bebê de bridget jones
quarta-feira, 5 de outubro de 2016 at 10:30
3 comments


Lembro que ainda estava no cursinho, e numa dessas tardes chatas com várias aulas de reforço resolvi simplesmente ir pro shopping ver um filme que queria muito: "O diário de Bridget Jones".

Nesse filme fui apresentada a Colin Firth e a uma facea diferente de Hugh Grant. Com aquele toque daquele que já era um dos meus filmes favoritos na vida, "Orgulho e Preconceito". Mas mais do que isso, Bridget era uma protagonista nada perfeita, que fumava, bebia e falava muito palavrão.

A gente queria sim muito uma continuação, que ficou bem abaixo das espectativas (embora ainda tivesse a já clássica cena de lutinha entre Colin e Hugh!). Então foi com pouca empolgação que recebi a notícia que queria fazer um terceiro filme.

A concepção dessa continuação foi conturbada, Richard Curtis não estava mais entre os roteiristas (Richard Curtis melhor roteirista!) e Hugh Grant não gostou do roteiro. Depois disse que havia conflito de agendas e não poderia participar das filmagens. MEU DEUS! Como poderia haver um filme da Bridget sem a cena antológica de lutinha???

Confesso que não estava empolgada com a idéia de Mc Dreamy estar no elenco, mas não conseguiria não assistir um filme em que Colin Firth faz o Mr Darcy. E por sorte achei uma amiga que estava empolgada o suficiente pra ir no cinema comigo.

Alerta de spoiler!!! A partir desta linha pode haver spoilers, siga conforme sua consciência!!!

Entrei no cinema sem pensar muito no que fariam pra excluir Daniel Cleaver da narrativa e fiquei muito chocada com seu funeral logo no início! Imaginei que depois disso não haveria como o filme ficar bom e que as coisas só ficariam pior. E ficam, porque além da Bridget não estar mais com o Mark, ele aparece casado com uma mulher nada a ver!!!

Sem contar que a Bridget tá super bem sucedida e magra. Nada contra, só é uma grande mudança.

Porém, graças a Deus eu estava muito errada. O filme melhora bastante e me arrancou sinceras gargalhadas. E aquela sensação de quero mais no fim.

Patrick Dempsey fez o papel que tinha que fazer, do man-child bem sucedido que parece um príncipe encantado até a página 2. Bonito, bem sucedido, cheio de boas intenções. E aparentemente, muito bom de cama. Mas que quer aquilo que ele quer de qualquer jeito só porque ele quer. Mas nos termos dele. Pode ou não ser que ele minta no meio do filme.

Já Colin Firth tá divo, perfeito, o Mr Darcy da minha imaginação! Verdade que ele tá super envelhecido, mas a interpretação dele ainda é maestral! Pra quem não conhece o Mr Darcy da Jane Austen pode parecer que o personagem é só um chato com uns lampejos de humanidade, mas pra mim ele age perfeitamente de acordo <3 Aquela impassividade mascarando o tormeto da sua alma, o amor reprimido, o triunfo da razão mesmo diante da emoção transbordante... Ah, Mr Darcy!

Nota-se que Richard Curtis não está nesse roteiro porque os amigos da Bridget não paracem tanto quanto deveriam. Há amigos novos, novas situações, mas o filme é muito sobre a Bridget, mais isolada. Ponto positivo é o pai, que ganha mais destaque. Ele não é Mr Bennet, mas é o lampejo de sobriedade que a Bridget precisa as vezes, no meio do caos que é sua vida.

Emma Thompson tem se mostrado uma força de apoio, principalmente com algum lado cômico, mas sem ser exagerado. Ela é a médica da Bridget que toca a real de uma forma crua que pro telespectador é saboroso de presenciar, mas sem ser cruel ou sarcástico.

No fim, não importa muito de quem seja o bebê da Bridget Jones, você torce pra que ela fique com o cara que vá estar do seu lado pro resto da vida, aquele que vá fazê-la feliz.

E torce pro Daniel Cleaver ressucitar!!! Porque, afe, o filme que já é bom ficaria muito melhor com Hugh Grant!!!

Marcadores: , , , ,

that would be me. bye!

about the girl

Pode me chamar de Vy. Balzaquiana com cara de universitária. Turismóloga de formação. Rodinha não só nos pés, mas no coração também. Introvertida. Blogueira old school.

good reads

@ carol c. [rolê do amor]
@ nicas
@ nati n.
@ line
@ lari
@ lomogracinha
@ fernanda n.
@ paula b.
@ thais h.
@ tany
@ lia f. [verbo ler]
@ maria t.
@ simone pearl
@ anne r. [cat loves vinyl]
@ bruna
@ pamela
@ lecticia
@ gesiane
@ chris m.
@ meire k.
@ carlos & denise

the past



extras

the simple life