HOME | SOTMB | VY.COM.BR


o caso do roubo da kim kardashian e o estado das coisas no mundo
terça-feira, 4 de outubro de 2016 at 11:30
6 comments

Interrompendo a programação deste blog, resolvi que ia comentar um caso atual. Já era uma vontade, poder falar mais do que anda acontecendo no mundo, e hoje acho que atingi o ápice da deseperança na humanidade (sem contar que já enchi meus seguidores do feice com essa história) com a seguinte história:

Kim Kardashian tem suite de hotel invadida por ladrões armados.

Não sei vocês, mas acho muito temerário que um hotel não tenha segurança para seus hóspedes. E ter uma arma apontada pra você não deve ser legal.

Mas aparentemente a parte que chamou a atenção das pessoas foi a seguinte:

Kim Kardashian tem milhões de Euros roubados em pertences pessoais durante assalto (em inglês aqui).

Pra quem já foi assaltado, ter seus pertences levados é uma sensação de impotência imensa. Você batalha pra conseguir o que tem e vem um marginal tomar aquilo de você. Veja bem, ele não pede, ele não compra, ele toma as coisas a força e com violência, indiscriminadmente.

Confesso que não acho a Kim Kardashian o ser humano mais relevante do universo e sempre me pergunto porque é que ela ficou famosa em primeiro lugar. A frase stop making stupid people famous me vem a mente toda vez que surge Keeping up with the Kardashians na tv. Mas fora eu achar que elas não acrescentam nada na minha vida, elas são inofensíveis. A verdade é que o pai das Kardashians tinha dinheiro, era um advogado que circulava na alta roda na Califórnia, e mesmo que elas nunca tivessem um programa de tv, elas certamente teriam muito mais dinheiro do que a média da população. Depois do divórcio, a Kris casou com a Catlin Jenner (née Bruce), que também não era um zé ninguém. Foi com o trabalho de empresária que ela fez com a imagem do então marido que o nome dele voltou a ter alguma relevância. Lembremos que Catlin foi campeã olimpica, e nem era dessas atletas com patrocínio milionário. Enfim, eu não me lembro de ver elas envolvidas com nenhum escandalo de corrupção e o dinheiro delas, que é bastante, me parece bem honesto.


O que me leva a próxima notícia:

Franceses fazem chacota do assalto a Kim Kardashian (em inglês aqui).

E gente, os franceses não pegaram leve não. Basicamente culparam a vítima pelo assalto! Como se fosse bem feito ela se hospedar num hotel caro com as coisas caras que a família dela consegue comprar com o dinheiro que ganham sem enganar ninguém!

De novo, não sou fã das Kardashians, mas não acho que ninguém merece ser assaltado a mão armada em lugar nenhum do mundo! Muito menos dentro de um hotel em uma cidade que viveu momentos de terror poucos meses atrás com grupos extremistas religiosos!

Que mundo é esse que acha certo atos de violência com certas pessoas ou grupos. Que tem empatia seletiva? A questão é que ninguém precisava ter comentado nada sobe esse caso, mas as pessoas pararam os seus dias pra dizer coisas negativas sobre uma pessoa que passou por momentos de terror. Não é sobre os objetos em si, mas sobre a violência. Não é legal ter roubado nenhum centavo, quanto menos milhões.

E se é por falta de simpatia, algumas pessoas precisam então ler a pessoa mais legal da internet falando sobre esse caso.

Marcadores: , ,

that would be me. bye!

about the girl

Pode me chamar de Vy. Balzaquiana com cara de universitária. Turismóloga de formação. Rodinha não só nos pés, mas no coração também. Introvertida. Blogueira old school.

good reads

@ carol c. [rolê do amor]
@ nicas
@ nati n.
@ line
@ lari
@ lomogracinha
@ fernanda n.
@ paula b.
@ thais h.
@ tany
@ lia f. [verbo ler]
@ maria t.
@ simone pearl
@ anne r. [cat loves vinyl]
@ bruna
@ pamela
@ lecticia
@ gesiane
@ chris m.
@ meire k.
@ carlos & denise

the past



extras

the simple life