HOME | SOTMB | VY.COM.BR


desejo do ego
quinta-feira, 13 de abril de 2017 at 10:30
0 comments

Ultimamente tenho divagado muito sobre relacionamentos. Desde que voltei ao Brasil, sabia que mais cedo ou mais tarde eu sentiria a necessidade de procurar por um, e quando voltei a morar em São Paulo resolvi começar, mesmo que lentamente, a procurar por isso.

Embora eu seja totalmente a favor da liberação sentimental e sexual das mulheres e entenda perfeitamente como mulheres podem transar como a Samantha Jones, descobri que isso simplesmente não é muito pra mim.

Como introvertida, odeio conhecer gente nova. Já tenho faniquitos de ter que me sujeitar a dates, quem dirá dessa ideia de sair cada dia com um cara estranho diferente? Oh, the horror!!! Eu poderia me contentar com um PA fixo, mas eu me conheço, e se eu vou ter paciência de sair sempre com a mesma pessoa é porque eu curto e no médio prazo o que era pra ser casual se transformaria em uma muleta emocional e eu quebraria a cara e o coração, e se tem algo que eu evito nessa vida é sofrimento sentimental (vide post sobre ser INTJ), então o que me resta é procurar um namorado.

Mas veja bem: eu sei perfeitamente que eu sou bem feliz sozinha. Eu não preciso de ninguém pra me fazer feliz. Seria bacana alguém pra compartilhar o lado bom da vida, mas não é essencial. Então pra que eu quero me meter numa história que nunca deu certo pra mim?

Ter um namorado é um desejo do ego. Mais do que amar, todo mundo quer ser amado. Não porque o amor é a coisa mais maravilhosa do mundo, mas porque ter alguém que te ama prova o seu valor, que você é digno desse sentimento, é a prova cabal de que você é sim essa pessoa incrível que seus amigos dizem que você é.

A ideia do amor é uma pressão social, e meu ego não está imune a isso. Meu ego, inclusive, se sente bastante ferido ao ser rejeitado, por mais que racionalmente eu saiba que é melhor estar sozinha do que mal acompanhada. E quem nunca se questionou, ao ver alguém de caráter duvidoso namorando, "o que el@ tem que eu não tenho?"

Tenho períodos melhores que outros, então tenho em mente uma coisa muita sábia que uma amiga me disse num desses momentos de desespero: "você não gostaria de namorar essas pessoas" (no sentido de que eu não quero namorar qualquer um só por namorar).

Talvez um dia eu supere esse desejo e me satisfaça com um relacionamento mais liberal, com um PA que supra as necessidades básicas e me dê o espaço que eu preciso (que só aumenta com a idade), mas até lá eu vou tentando racionalizar as coisas pra tentar viver com elas.

It's #beda time!!! Blog Every Day in April é uma proposta de blogagem pra agitar a blogosfera, onde a gente se propõe a tentar publicar pelo menos um post por dia o mês de abril inteiro. Se quiser saber mais, se juntar a galera ou só descobrir um monte de blog legal novo, clica no banner acima ;)

Marcadores: , , ,

that would be me. bye!

about the girl

Pode me chamar de Vy. Balzaquiana com cara de universitária. Turismóloga de formação. Rodinha não só nos pés, mas no coração também. Introvertida. Blogueira old school.

good reads

@ carol c. [rolê do amor]
@ nicas
@ nati n.
@ line
@ lari
@ lomogracinha
@ fernanda n.
@ paula b.
@ thais h.
@ tany
@ lia f. [verbo ler]
@ maria t.
@ simone pearl
@ anne r. [cat loves vinyl]
@ bruna
@ pamela
@ lecticia
@ gesiane
@ chris m.
@ meire k.
@ carlos & denise

the past



extras

the simple life