home | sotmb | vy.com.br


sábado, 5 de dezembro de 2020 at 17:01
0 comments
o passado

Vira e mexe eu fico nostálgica. Não é algo atual, não é da idade. Acho que sempre fui assim. Sou meio acumuladora até de memórias. Eu guardo absolutamente todas as agendas e diários (de papel) que tive até hoje (todo ano, quando começava uma nova, tirava os bilhetes e outras coisas de dentro pra me desfazer, mas acabou que nunca o fiz).

Só que eu nunca fiz o mesmo com meus blogs. Eu blogo desde 2000. Quando o blogger era só uma startup. Quando a home era aquela página preta onde dava pra descobrir outros blogs da plataforma. Quando pra ter um domínio .br tinha que ter cnpj. Quando era caro e a maioria das pessoas não tinham como bancar. E quem tinha, oferecia espaço, dava abrigo pras hostees. Eu nunca fiz backup dessas coisas. Ia de um lado pro outro instalando blogs novos. Como se fosse começar um caderno novo.

Tive muitas fases. Quando eu comecei, tudo era tão mato que eu blogava em inglês. Porque todo mundo que eu conhecia era de outros países (não só Canadá e EUA, mas do mundo todo, um monte de adolescente que usava o inglês pra falar umas com as outras). Só no segundo ano da faculdade passei a escrever em português, porque encontrei outras alunas blogueiras. Passei por diversos domínios. Gente que tá ai até hoje. Eu vi a ascensão das influencers, vi gente começando com uns mínimos jabás e hoje vivendo disso que um dia foi um hobby. Eu lembro como era raro blog com foto! Uma, porque camera digital não era popular/acessível. Outra, porque a conexão não permitia a gente ver as fotos, demorava horrores pra baixar qualquer página um pouco mais pesada!

Hoje me arrependo de não der dado back up nas minhas coisas, porque tem memória que só tinha registro online. Como eu reagi a virada do milênio? A me formar da escola? A entrar na faculdade? Ao 11 de setembro (de 2001)?

Vira a mexe eu acesso o Wayback Machine, que é um arquivo de "fotos" de sites. Não é perfeito, não é exatamente tudo que tem por ali, mas dá pra achar bastante coisa. Se você lembrar o endereço do site. Infelizmente eu não lembro de tudo, e como disse, não tenho essas informações guardadas. Mas de vez em quando eu lembro de algo, faço uma varredura nos meus arquivos, e encontro pistas. E vou testando. E vou achando fragmentos do meu passado.

É tão estranho ver como não só eu, mas de uma maneira geral, todo mundo escrevia diferente. A comunicação era diferente. Não vou dizer que era melhor ou pior, mas era bem diferente. O que eu mais sinto falta é da minha escrita. Realmente redação é algo que a gente tem que exercitar sempre, ou senão enferruja mesmo (e também culpo o Twitter - que eu amo - por me tirar o costume de escrever textos grandes). As vezes eu passava dias "cozinhando" uma ideia na minha cabeça para escrever. As vezes eu escrevia o que dava na lata. A gente fazia dos blogs um bloco de anotações. E isso era bem interessante. Também sinto falta dos designs do passado. De como eu me esforçava. Como tinha referência. Cada um inventava a sua moda. Hoje o Wordpress engessa muito, todo layout tem a mesma estrutura. 

But I digress... Sinto falta de me comprometer com o blog, de ter essa motivação, e de escrever. Não prometo nada, blog pra mim sempre foi hobby. Eu só quero ter a inspiração de volta.

Marcadores: , ,

that would be me. bye!

about the girl

Pode me chamar de Vy. Balzaquiana com cara de universitária. Turismóloga de formação. Rodinha não só nos pés, mas no coração também. Introvertida. Blogueira old school.

good reads

@ nati n.
@ nicas
@ lari
@ fernanda n.
@ paula b.
@ maria t.
@ gesiane
@ thais h.
@ aline a.
@ chat-feminino
@ viviane
@ lorraine

the past



extras

splash! of colour