HOME | SOTMB | VY.COM.BR


precisamos falar de feminismo
sexta-feira, 6 de março de 2015 at 10:30
1 comments

feminismo 
fe.mi.nis.mo
sm (lat femina+ismo) 1 Sociol Movimento iniciado na Europa com o intuito de conquistar a equiparação dos direitos políticos e sociais de ambos os sexos.

Muita gente ainda acha que feminismo é um monte de mulher queimando sutien em praça pública. As pessoas realmente não param pra pensar (e pensam?) o que aquilo significava naquele contexto histórico. O feminismo está ligado as mulheres pois somos o maior contingente reprimido, mas tem a ver com as minorias também, e não quer a supremacia das mulheres e das minorias sobre os homens brancos héteros cis, muito pelo contrário. O feminismo é sobre a igualdade entre as pessoas.

Eu só posso achar que quem se diz contra o feminismo ou compctua com a repressão dos outros ou é muito ignorante. Aos ignorantes eu digo: por favor, se informem, é para o seu bem também.

A atriz amor-de-nossas-vidas-e-eterna-Hermione Emma Watson é embaixadora das Nações Unidas com a campanha #HeforShe, que busca a igualdade e justiça para todos o genêros, conscientizando os homens em apoio as mulheres. Por causa do machismo, não só mulheres são educadas para serem castas, reprimindo seus desejos mais básicos, ganham menos pelo mesmo trabalho que os homens e são potenciais vítimas de todo o tipo de violência, como os homens também são ensinados a reprimirem seus sentimentos, a se comportarem conforme uma regra e até que eles tem o direito de violentar outras pessoas. Em que mundo podemos achar que isso é certo? No fim, todos sofremos, e o feminismo, e a campanha da Emma, existem para que lutemos pela igualdade entre as pessoas, de serem livres, de se expressarem conforme se sentem, respeitando o próximo assim como gostariamos de sermos respeitados.

Confesso que só entrei em contato com o feminismo a pouco tempo, mas acho importante termos sempre a consciência de que somos todos iguais. Foi o ex namorado de um amigo que introduziu o feminismo na minha vida (ou timeline do Faceook). Um homem, branco, da classe média alta, que estudou na melhor universidade do país e passou em um dos concursos públicos mais concorridos, que primeiro me falou sobre o feminismo. E com muito entusiasmo! Não porque, ao final, ele faz parte de uma minoria, mas porque ele genuinamente achava que é importante a mulher se engajar em um movimento que busca a igualdade para todas as pessoas.

A gente "comemora" esse mês o dia internacional da mulher, ms ainda existe muito para o que lutar. Não é apenas sobre igualdade salarial, mas é pelo direito ao nosso próprio corpo, pelo direito a se sentir segura ao sair de casa, pelo direito de agirmos e nos vestirmos conforme nos sentimos melhor, sem sermos massacradas pela sociedade porque umas gostam de cerveja, outras de sexo, umas de roupas curtas, outras de comer muito, etc...

O feminismo diz respeito a todo mundo, é sobre um mundo verdadeiramente livre, principalmente ideologicamente. Onde a gente não tenha que se preocupar com o que os outros vão falar. Onde sejamos todos julgados apenas por quem somos, e não pelo que somos. Somos todos humanos, um pouco de empatia não faz mal a ninguém.


Marcadores: ,

that would be me. bye!

about the girl

Pode me chamar de Vy. Balzaquiana com cara de universitária. Turismóloga de formação. Rodinha não só nos pés, mas no coração também. Introvertida. Blogueira old school.

good reads

@ carol c. [rolê do amor]
@ nicas
@ nati n.
@ line
@ lari
@ lomogracinha
@ fernanda n.
@ paula b.
@ thais h.
@ tany
@ lia f. [verbo ler]
@ maria t.
@ simone pearl
@ anne r. [cat loves vinyl]
@ bruna
@ pamela
@ lecticia
@ gesiane
@ chris m.
@ meire k.
@ carlos & denise

the past



extras

the simple life