HOME | SOTMB | VY.COM.BR


everytime i see your face...
quarta-feira, 7 de outubro de 2015 at 08:30
1 comments

Minhas folgas são terças e quartas, e nas quintas, trabalho só 2h30, que é pra ou participar da reunião da casa, ou para cobrir a reunião da outra casa do college (a gente alterna as semanas). Minha coordenadora é super de bouas, então pedir para emendar uma dessas quintas é o menor dos meus problemas. Claro que não vou abusar...

Mas chegou o momento de fazer o pedido. Desde que ficou certo de que eu viria pra Inglaerra, já estava de olho na agenda de shows do Lifehouse, uma das minhas bandas favoritas mais antigas! Eu sabia que viriam para a Europa, mas não quis guardar a data para não criar espectativas. Só conferi a agenda quando tive certeza de que ia conseguir pedir a folga.

E pra minha sorte, um dos shows de Londres seria bem numa quinta feira!!!

Folga conseguida, ingresso comprado, hora de planejar a viagem. Claro que conhecer mais de Londres estava nos planos e eu achei ótimo poder emendar os outros dias, ainda que fossem poucos. Conversei com o Henrique e ele resolveu embarcar na viagem (mas não no show) e terça feira pegamos o rumo pra Ringwood, pra pegar o ônibus pra capital!

Chegamos e aproveitamos que estavamos no centro pra ir ver o Palácio de Buckingham, que eu ainda não tinha tido oportunidade de ver. Um dia ainda verei a troca da guarda, mas por hora, só de ir lá ver, já estava de bom tamanho!


O caminho é lindo, parece de filme! Só o cheiro que não é de filme, fede a esterco!!! Hahaha! Foi uma caminhada, apesar de não estar com mala muito pesada, andar com peso foi meio chato.

Já visitei muito lugar muito turístico, o que me impressionou no Palácio é que não é muito lotado como os outros lugares! O tempo estava gostoso, sentamos pra apreciar a paisagem e descansar, antes de pegar o rumo para o hostel.

Escolhi o hostel pela localização. O foco era ir no show, então peguei um bem perto da casa de shows, que era em Sheperd's Bush. O hostel era na cara do metrô!

Eu fui de metrô e o Henrique a pé. Ele não quis acreditar que o Oyster card era a melhor opção, ainda mais que não estavamos na zona central.

O Oyster funciona assim: você tem que comprar o catão, que custa 5 Libras. Não é barato, mas quando ele não for mais utilizado, você pode devolve-lo e pedir reembolso, na hora ;) Mas a grande sacada é que com ele, as passagens custam muito menos do que se compradas individualmente. Por exemplo, uma única passgem só de ida entre as zonas 1 e 2, custa mais de 6 Libras. Com o Oyster, sai por 2,30! E ainda tem outra vantagem: em um dia, se você usar mais de 6 Libras (no caso de usar entre as zonas 1 e 2), você não paga o adicional! Ou seja, por 6 Libras, você usa o quanto quiser!

Cheguei no hostel, que fica em cima de um pub, e esperei ele chegar. Enquanto isso, já usufrui do wi-fi e descansei, hehe. Claro que ajudei a levar umas coisas na minha mala também. Quando ele chegou, fizemos check in, checamos o lugar, e guardamos nossas coisas. Como esse hostel fica em cima de um pub, não tem cozinha. Foi um dos piores hostels que já fiquei, mas não era assombroso. Achei mais estranho por ser em cima do pub. E claro, choque cultural de sempre, os chuveiros não eram exatamente uma prioridade no hostel, o que me deixou meio desapontada.

Resolvemos ir até o shopping que tinha perto, o Westfield. Diz que é um dos maiores da Europa, mas até você entrar, não parece. Entramos bem pelo lado chique do shopping, só grife carésima, parecia o JK Iguatemi, hahaha! Mas depois vimos que tinha outras lojas mais modestas, hehe...


Tive que entrar na HMV, mas graças a deus não tinha nada queeu quisesse comprar lá, apesar de estar em promoção, haha! Tinha um Super Dry, queria tudo, mas a pobreza não deixou sonhar =(. E uma loja da lego com a coisa MAIS LEGAL que u vi na viagem: o kit do THE BIG BANG THEORY <3333 50 rainhas, caro demais para o bolso de alguém que está num hostel T.T

Depois desse momento depressivo, fomos checar o local do show que era realmente pertíssimo, demos uma volta na região e resolvemos comer Mc Donald's. Todo o Mc Donald's que andei evitando nos últimos tempos, tenho comido por aqui, haha!

Na volta, me arrisquei a tomar banho no hostel, e foi uma tarefa difícil. O lugar era pequeno, fechado, fiquei com nojo, mas mais nojo teria se não tomasse banho. A pior parte mesmo foi perceber que só tinha homem no meu quarto e o Henrique estava em outro. Mas tinha menina, então pedi pra trocar. O feminismo tem me deixado meio paranóica, mas antes ser noiada do que me descuidar e me ferrar.

Marcadores: , , , , , ,

that would be me. bye!

about the girl

Pode me chamar de Vy. Balzaquiana com cara de universitária. Turismóloga de formação. Rodinha não só nos pés, mas no coração também. Introvertida. Blogueira old school.

good reads

@ carol c. [rolê do amor]
@ nicas
@ nati n.
@ line
@ lari
@ lomogracinha
@ fernanda n.
@ paula b.
@ thais h.
@ tany
@ lia f. [verbo ler]
@ maria t.
@ simone pearl
@ anne r. [cat loves vinyl]
@ bruna
@ pamela
@ lecticia
@ gesiane
@ chris m.
@ meire k.
@ carlos & denise

the past



extras

the simple life