HOME | SOTMB | VY.COM.BR


#beda: resumo da semana
segunda-feira, 22 de agosto de 2016 at 10:30
1 comments

Gente, que emoção, quarta semana de beda e nóis firme e forte aqui! Orgulho de mim mesma, me sinto olimpica quase, haha!

Inclusive vou começar o post falando disso. Quem me acompanha deve ter achado que eu nem liguei muito pras olimpiadas... E olha, tava certo, hahaha! A de Londres eu basicamente só vi o fim pra assistir Take That e Spice Girls, a dessa até que eu vi mais. Lá no twitter (@msginnymoon, in case you missed it ;) acompanhei a cerimônia de abertura que foi bem bonita mesmo, mas de resto, quase não comentei. Apesar de ficar o dia todo em casa, não gosto muito de ficar vendo tv, e tenho problemas em assistir competições. Eu fico meio nervosa... Eu sei, sou meio estranha mesmo! Resolvi ver algumas coisas só no fim, tipo algumas apresentações de ginástica (afinal, vi Hipólito e Nory ganhando medalhas no dia dos pais!), meio que vi a final do futebol feminino - medalha de bronze (e fiquei bem triste e inconformada das meninas não terem ganho) e ai passei o último sábado mergulhada em ginástica rítmica. Mas esse tipo eu gosto porque não é uma competição lado a lado... Não sei se faz muito sentido, haha! Vi a final do futebol masculino, e embora tenha gostado de ganhar a medalha de ouro, não acho que a selecinha tenha feito nada mais do que a obrigação. E o verdadeiro herói desse resultado foi o goleiro que pegou o último penalti da Alemanha! E, por mais que eu tenha uma gastura de ver volei, vi a final do masculino no almoço de domingo. Foi bem emocionate. Lembro vagamente do primeiro ouro em Barcelona 92, vira e mexe vejo jogo da liga (se passa na tv), mas fazia um tempo que não estava dando muita bola pra isso. Foi traumático saber que as meninas tinham perdido o bronze (o que foi a imagem do neto do técnico chorando no colo dele no fim??? </3), não queria ficar na gastura de novo, mas a curiosidade foi maior. O jogo não foi fácil, o time ganhou os sets bem apertados, mas foi bonito ver a emoção daqueles homens enormes na quadra. E a celebração de um time de verdade, que se apóia, sabe? E claro que acompanhei a cerimônia de encerramento lá no twitter de novo, é bem mais divertido acompanhar eventos mundiais por lá. Achei essa até mais bonita que a primeira, gostei muito que começaram de novo esfregando Santos Dumont na cara do mundo (quem discorda que vá voar num avião estilingado nos céus! #tenhodito) e achei a plasticidade até mais coerente dessa vez, e todas as homenagens a cultura do norte e a do nordeste. E o que dizer do momento Japão, né? Sabia que eles iam fazer algo muito legal, mas jamais imaginei que eles iam pôr o primeiro ministro numa roupa de Mario Bros e jogá-lo por um tubo atravessando a terra! Também fiquei de cara com o kimono lindo da governadora de Tokyo. Ela só deve ter odiado ter que molha-lo na chuva que não parou no Rio.

Agora vamos tentar dar uma atenção para as paralimpiadas!

Se eu tivesse me planejado melhor, queria ter ido fazer voluntariado nesses jogos. Toda vez que vejo a vibe pela tv fico com vontade da fazer parte dessas coisas. Next time, next time...

Segunda tive que madrugar, literalmente. Na correria de fazer tudo caber nas malas, esqueci meu casaco de couro que comprei no Equador na casa do meu amigo em Londres e outro amigo nosso que estava na Fazenda ficou de trazer pra mim quando voltasse pro Brasil. O que significava ter que encontrá-lo quando ele chegasse no aeroporto (ele ainda tinha uma conexão pra fazer pro interior). Como fiquei tensa de perder a hora, claro que não consegui dormir direito. Mas deu tudo certo chegando lá, apesar de todo o sono monstro que eu estava sentindo. Até fiz companhia pra ele enquanto ele esperava o ônibus pra Congonhas.

Como tive que acordar muito cedo, deixei pra fazer a maquiagem no aeroporto. Mas fiz só depois que ele foi embora. Também aproveitei pra pegar minha bebida grátis do cartão fidelidade do Starbucks lá. E ver se um chá preto venti me ajudava a ficar acordada.

De lá, ainda fui até o Morumbi entregar umas coisas pra uma prima do Júnior que ele tinha me pedido e aproveitei pra dar uma voltinha no shopping. Nunca tinha ido lá antes da reforma/ampliação, mas do que eu conheço dele, sempre gostei pela quantidade de lojas. Não deu pra ver tanta coisa assim porque tinha que voltar pro centro pra almoçar com uma amiga e depois ainda ia passar na casa onde eu morava antes de eu ir pra Inglaterra.

O almoço com minha amiga foi ótimo, como ela trabalha lá no centro, conhece os melhores lugares. E ela também tem 1h30 de almoço, então deu pra dar aquela atualizada nos papos. Depois, um pouco antes de começar a chover, consegui pegar um ônibus pro bairro, mas não escapei de molhar o pé na rua. A dona da casa onde eu morava é muito fofa, e a gente se dá super bem. Ela me recebeu com chá e ovos cozidos, porque ela sabe que eu adoro, e conversamos um tempão. Só fui embora porque queria fugir da hora do rush. Mas deu tempo até de ver a gata dela que vivia querendo dormir na minha cama (mas acho que ela ficou com medo, sei lá, até a Brisa ficou meio receosa quando eu voltei).

Nos outros dias passei um tempão lendo "Me before you" que comprei na Livraria Cultura quando passei por SP. Apesar de já conhecer a história porque vi o filme, adorei o livro. Li mesmo em inglês, é sempre bom pra treinar, além de que não se perder nenhum significado por causa de tradução. O livro, claro, é melhor do que o filme, mas consegui ver que as mudanças feitas foram bem coerentes. Das coisas que e achei diferentes é que no livro eu imaginei o Will com uma cara de bem mais velho e menos bonito, mas mais encantado com a Lou. Também achei o Pat do livro menos bobo. E gostei bem menos da irmã da Lou. Achei que não ia chorar, até, claro, chegar lá na viagem final e quase morrer de tanto chorar com tão poucos parágrafos. O final do filme achei mais dramático, até mais legal, mas gostei da forma como se desenrolou no livro. E achei muito bom que no filme eles nem mencionam a história do labirinto, eu não teria estomago pra ver aquilo nem falado no filme (no livro eles meio que contam aos pouquinhos então não é tão péssimo e eu meio que já sabia - li em alguma resenha por ai).





Tentei encontrar uma agenda 2016 que fosse baratinha e tivesse um layout legal, pra começar a fazer agenda, mas não encontrei. Como quero uma agenda com as datas fixas, e não um caderno qualquer, resolvi procurar nas minhas anotações de viagem espaço pra escrever sobre elas, pra ver se eu teria paciência. Comecei com o caderno do Japão e super me empolguei! Antes de viajar peguei um caderno em branco (tenho vários que ganhei no trabalho) e anotei coisas que queria fazer, então peguei o resto do caderno (um moleskine de bolso com capa mole) e comecei a escrever sobre o que eu lembrava, tentando enfeitar com algumas dicas tiradas do pinterest. Alias, só tô usando o pinterest por causa disso, haha! Lá tem muitas dicas fofas. Também tem outras imagens e as vezes eu me perco nelas, então não fico muito tempo lá quando posso, senão eu não faço mais nada da vida além de ver coisas de Harry Potter e coisas que não posso comprar.

Minha caligrafia não tá aquela maravilha e tenho que fazer pausas porque com o tempo vai virando garrancho, mas é um bom treino pra agenda que quero fazer ano que vem. Sei que a moda é bullet journal, mas isso eu meio que fiz nos últimos 10 anos ou mais (na verdade eu gosto daquelas agendas tipo schedule mensal), quero mesmo é escrever sobre os meus dias e o que ando pensando, e guardar pra posteridade (quem sabem meu sobrinho, apesar dos pais, seja um ser humaninho sensível que se interessa pela vida como ela era antes dele ou além daquilo que as pessoas falam no convívio social, né).

Eu não era a maior apoiadora dessas olimpiadas, mas confesso que me sinto um pouco orfã, tipo quando acabou a copa, então essa semana vai ser meio de luto. Ou eu posso criar vergonha na cara e voltar a andar de roler, haha! Total abandonei essa semana, mas sinto que não posso ficar muito parada. Vou tentar outras estratégias e vamos ver o que é melhor. E também escrever os posts dessa semana! De novo não tenho nada, mas sinto a criatiidade voltando... Acho =P

Este post faz parte do BEDA - blog everyday august. Se quiser conhecer mais gente que está  se aventurando nesta loucura ou precisar de um grupo de apoio pra continuar firme e forte na ~blogueragi~ clica no banner!

Marcadores: , , , ,

that would be me. bye!

about the girl

Pode me chamar de Vy. Balzaquiana com cara de universitária. Turismóloga de formação. Rodinha não só nos pés, mas no coração também. Introvertida. Blogueira old school.

good reads

@ carol c. [rolê do amor]
@ nicas
@ nati n.
@ line
@ lari
@ lomogracinha
@ fernanda n.
@ paula b.
@ thais h.
@ tany
@ lia f. [verbo ler]
@ maria t.
@ simone pearl
@ anne r. [cat loves vinyl]
@ bruna
@ pamela
@ lecticia
@ gesiane
@ chris m.
@ meire k.
@ carlos & denise

the past



extras

the simple life