HOME | SOTMB | VY.COM.BR


#euvi: valerian et la cité de mille planètes
sexta-feira, 18 de agosto de 2017 at 11:00
0 comments


Se eu tenho que escolher um filme pra assistir, seja de qualquer formato, sempre vou escolher coisas mais fofas. Se pedirem minha opinião, poucos filmes me dão vontade de ir ao cinema. Mas eu gosto do aspecto social que ir ao cinema proporciona, então as vezes eu simplesmente concordo em ir pra poder curtir a companhia.

Vimos o trailer de Valerian e a cidade dos mil planetas em algum outro filme e crush inicialmente não tinha se empolgado muito, mas ao longo do tempo acabou sendo influenciado pelo marketing e fez questão de ir ver no cinema, mesmo tendo chegado de viagem de madrugada e dormido pouco.

O filme é baseado nos quadrinhos franceses Valerian et Laureline e fala sobre um futuro onde as espécies universais convivem em uma cidade artificial montada, meio que como se a estação espacial internacional tivesse virado interplanetária, com milhares de espécies e milhões de cidadãos. No filme o Major Valerian e a Sargento Laureline estão em uma missão para resgatar um item roubado, muito precioso por ser o último de sua espécie. O que não imaginam é que se envolveriam em um escândalo universal.

Valerian é um filme francês, dirigido em francês, mas bem hollywoodiano. Tem muita ação e romance, e até tenta ter algum humor, mas é cansativo. Eu que nem estava tão cansada assim achei bem difícil me manter acordada em alguns momentos do filme. Crush quase dormiu no meio, que, apesar da ação, é meio chato.

Achamos que falta um propósito pra muita coisa no filme, como o engajamento que devemos ter pelos protagonistas. Eu não gostei que a representação dos seres mais evoluídos das galáxias fosse tão próxima ao ideal contemporâneo de beleza, que é uma magreza extrema. Eu nunca tinha visto um filme com ela, mas a atuação da Cara Delavigne é de doer desde o começo do filme. Gosto dela como pessoa pública, mas como atriz, tem muito o que aprender. A Rihanna, que aparece muito menos, faz um trabalho bem melhor. O menininho, que eu nunca tinha visto na vida, também não é muito melhor.

O diretor, Luc Besson, diz que não está preocupado com a recepção do público porque acredita que, mesmo que não vá bem no cinema, é um filme que virará cult como seu outro filme, O quinto elemento, que também tinha uma modelo-que-virou-atriz, a Milla Jovovich.



Pra não dizer que nada presta, os produtores parecem que entendem a importância de um elemento, mesmo que pequeno, mas que seja fofo ou meio fora da caixinha, e gostamos muito dos bichinhos de estimação dos pearls XD

Marcadores: , , , , , ,

that would be me. bye!

about the girl

Pode me chamar de Vy. Balzaquiana com cara de universitária. Turismóloga de formação. Rodinha não só nos pés, mas no coração também. Introvertida. Blogueira old school.

good reads

@ carol c. [rolê do amor]
@ nicas
@ nati n.
@ line
@ lari
@ lomogracinha
@ fernanda n.
@ paula b.
@ thais h.
@ tany
@ lia f. [verbo ler]
@ maria t.
@ simone pearl
@ anne r. [cat loves vinyl]
@ bruna
@ pamela
@ lecticia
@ gesiane
@ chris m.
@ meire k.
@ carlos & denise

the past



extras

the simple life