HOME | SOTMB | VY.COM.BR


pelo direito à greve
quinta-feira, 27 de abril de 2017 at 10:00
0 comments

Eu sempre digo: manifestação tem sim que atrapalhar a vida da cidade toda. senão, não chama a atenção da sociedade e dos governantes.

Desde as manifestações de 2013 muito tem se falado de grandes eventos que param a cidade. No começo as pessoas apoiavam mais, e depois começaram a achar que estavam atrapalhando muito as suas vidas. Mas ninguém se dá conta que lutar pelos seus direitos é isso, é chamar a atenção de todos para um problema. Nenhum patrão, mesmo sendo o "Estado", é bonzinho e vai fazer só o melhor pro trabalhador, ou para o estudante, just because. Quando ninguém está olhando, cada um só se importa com o próprio umbigo.

Não foi sempre que eu tive o privilégio de morar perto do trabalho e já até deixei de ir trabalhar porque nenhuma linha de ônibus que passava perto de casa estava rodando. Ou então tive meu caminho atrapalhado por alguma manifestação, ainda mais morando perto de centros financeiros.

Em uma sociedade realmente livre e democrática, as pessoas devem se sentir no direito de reivindicar melhorias para sua qualidade de vida e questionar aquilo que acham que não está muito certo. Em uma sociedade realmente livre e democrática o cidadão de bem não deveria se sentir ameaçado e ão deveria ter medo de ter suas próprias opiniões, ainda que sejam divergentes de sua família, seus amigos e seus empregadores.

Eu sei que com a crise a situação do trabalhador não está fácil, mas isso não deveria ser usado como arma contra quem de fato produz riqueza no país. Não se enganem, quem produz algo é o proletariado, e depende da conscientização das massas a situação do trabalho no país melhorar.

Não acredito que a greve geral dessa semana vá sair da utopia, mas teria sido algo importante. As pessoas se dariam conta do desespero do patrão com suas máquinas paradas sem produzir nada, porque não é o patrão que produz, é o trabalhador. Mas em parte o patrão vai ameaçar o trabalhador e o trabalhador também não tem a consciência de que o poder do mercado é dele.

Enquanto a não vivermos uma sociedade justa e igualitária, sempre sofreremos e continuaremos a ouvir panelas batendo seletivamente, e bombas de efeito moral serão jogadas por pessoas tão vítimas quanto os atacados sem que nenhum dos lados se dê conta disso.

It's #beda time!!! Blog Every Day in April é uma proposta de blogagem pra agitar a blogosfera, onde a gente se propõe a tentar publicar pelo menos um post por dia o mês de abril inteiro. Se quiser saber mais, se juntar a galera ou só descobrir um monte de blog legal novo, clica no banner acima ;)

Marcadores: , , , ,

that would be me. bye!

aquele sobre a chefe chata
quarta-feira, 26 de abril de 2017 at 10:30
0 comments

Sabe, hoje em dia eu tenho muita sorte. Trabalho num lugar que faz um trabalho super bacana com comunidades afastadas pelo interior do país, se preocupa em oferecer os melhores roteiros para destinos selecionados e o melhor, a equipe é fantástica, os chefes são muito legais e o clima é maravilhoso.

Mas nem sempre foi assim, e eu já tive chefe que me odiava. No ano anterior a minha ida para a Inglaterra, eu tinha ficado desempregada e procurava por emprego, fiz várias entrevistas e acabei sendo chamada pra 2 lugares. Escolhi o meu último emprego pré sabático achando que teria uma oportunidade de fazer algo diferente e contribuir pro crescimento da empresa. Ledo engano...

Logo nas primeiras semanas ficou bem claro que a gerente da área me odiava. Sem o menor motivo. Era tão nítido que todo mundo da empresa percebeu e algumas pessoas me perguntaram o que eu poderia ter feito pra ela me odiar tanto. Eu também não tinha a menor ideia.

Mas pra minha sorte, fui contratada com outra menina (para o mesmo trabalho) e fiz amizade com outras pessoas lá dentro, e na verdade até formamos um grupinho que sempre saía junto.

Ei que esses dias estávamos conversando e relembrando esses tempos. Porque apesar de tudo, eu não me arrependo de ter trocado um emprego onde eu seria mais valorizada e onde teria menos problemas por um onde eu era praticamente alvo de bullying corporativo. No fim, apesar do estresse de alguns momentos, o saldo foi bem mais positivo, principalmente por esses amigos que eu conheci e levo pra vida.

Lembramos dos episódios mais raivosos, porque todo mundo passa por isso uma hora ou outra no mundo corporativo, né? Já tive 2 pessoas gritando uma com a outra no meio do serviço bem "em cima" de mim. Já vi a cara de tacho que a minha chefe fez quando meu amigo não quis oferecer chocolate pra ela. E já protagonizei a resposta mais "foda-se" do universo quando dei de ombros ao chamarem minha atenção por estar fazendo as unhas no meio do expediente (quando não podíamos fazer nada porque sem internet além do computador não servir pra nada, o telefone também não funcionava).

Claro que hoje em dia a gente dá muita risada de tudo isso, mas na época era um turbilhão de emoções. Porque as vezes a gente fazia essas "loucuras", mas depois ficava com o "cú na mão" de ser repreendido ou até demitido.

It's #beda time!!! Blog Every Day in April é uma proposta de blogagem pra agitar a blogosfera, onde a gente se propõe a tentar publicar pelo menos um post por dia o mês de abril inteiro. Se quiser saber mais, se juntar a galera ou só descobrir um monte de blog legal novo, clica no banner acima ;)

Marcadores: ,

that would be me. bye!

uma vida taxa 0%
terça-feira, 25 de abril de 2017 at 11:00
0 comments

Desde que voltei a ter vida de adulto em SP, resolvi otimizar meu pobre dinheirinho. Porque tem coisas que a gente não precisa pagar pra ter ou fazer. Como coisas de banco.


Quantas vezes a gente não achou pagar taxa de banco a coisa mais inútil? Principalmente porque sempre que dá uma merda, é mais dor de cabeça tratar com banco do que qualquer outra coisa. Ter as bolas arrancadas na unha e sem anestesia ter ver menos dolorido.

Como minha mãe tá na minha orelha há muito tempo falando pra eu criar uma conta só minha (porque eu usava uma conta inativa dela), fui atrás das opções no mercado. Um amigo me contou que tinha migrado a conta dele para uma totalmente online e que não tinha taxa de manutenção e eu fui atrás.

Eu não sei se é só o Itaú que tem essa opção, mas dá pra abrir a conta pelo celular (se você adivinhar que eles não aceitam qualquer comprovante de endereço..) e você só vai na agência pra finalizar a abertura da conta. É uma conta poupança que você pode acompanhar por um app e não paga taxa de manutenção, o que é sempre maravilhoso, já que, se der qualquer problema, eles tornarão a sua vida muita pior você pagando taxa ou não.

O começo não foi muito bom porque eles não se deram o trabalho de me avisar que meu comprovante de residência não era válido (não vou nunca entender como um contrato de aluguel não é um bom comprovante de residência) e depois não avisaram que não podia ser uma foto, tinha que ser um pdf (na agência). Depois de MESES eles finalmente abriram a conta e eu só tenho que voltar pra cadastrar a biometria. Que eu não sinto a menor necessidade de fazer, mesmo que isso aumente meu limite de saque. Melhor não ter limite mesmo, é menos dinheiro pra me assaltarem, né? E quem é que saca muito dinheiro, de qualquer forma?

Outra maravilha do mundo sem taxa é o NuBank, que muita gente já usa. É um cartão de crédito sem anuidade, que você controla por aplicativo. Dá pra pedir via app também, e se você tiver indicação de um amigo, a aprovação é mais rápida ainda. De acordo com o que você informa de rendimento eles te dão um limite, e conforme o uso, eles aumentam o seu limite. Melhor ainda, você escolhe dentro desse limite total, qual será mesmo o seu limite, se é o máximo que você tem, ou um valor menor. É muito bom pra controlar os gastos!

E assim que eu tiver dinheiro, quero começar a investir sem ser na poupança. Um dos meus melhores amigos é assessor na XP (aquela da propaganda com o Murilo Benício), que não cobra taxa, e ele tem me falado muito das benesses de investir dinheiro fora da poupança. E como ele é meu amigo, com certeza ele vai me assessorar da melhor maneira, né? Mas isso ainda vai demorar, porque tá difícil de juntar dinheiro!

E você, tem dicas pra viver um mundo com menos gastos inúteis? Compartilha!

It's #beda time!!! Blog Every Day in April é uma proposta de blogagem pra agitar a blogosfera, onde a gente se propõe a tentar publicar pelo menos um post por dia o mês de abril inteiro. Se quiser saber mais, se juntar a galera ou só descobrir um monte de blog legal novo, clica no banner acima ;)

Marcadores: , , ,

that would be me. bye!

prevenir suicídio é prevenir as suas causas
segunda-feira, 24 de abril de 2017 at 10:30
0 comments

Desde a estréia de "13 reasons why", muito tem se falado sobre o suicídio e sobre como evita-lo, mas será que só eu acho que a gente não tem que tratar um sintoma, mas sim a causa de um problema?

Longe de mim achar que suicídio é uma boa resolução para um problema, você não resolve nada fugindo dele, mas mais do que evitar que alguém se mate, a gente tem que evitar que a pessoa chegue a ter vontade de fazer isso.

"13 reasons why" é a história do suicídio da Hannah, mas não é sobre ela fazê-lo, e sim sobre como a vida dela era cheia de problemas que ela acabou não aguentando. E por que ela tinha tanto problema? Que problemas um adolescente pode ter pra achar que o suicídio é o melhor caminho?

Não é diminuindo a dor do outro que a gente vai evitar nada, é tentando entender como isso afeta a vida de cada um que a gente começa a tentar resolver os problemas.

Já li que os adolescentes não são desenvolvidos emocionalmente o suficiente para lidar com muitas das coisas que acontecem ao seu redor, e isso não é culpa de ninguém, é o curso da natureza. Assim como a gente não nasce sabendo andar e falar, a gente desenvolve as emoções e como processamos isso ao longo da vida. Até fiquei pensando sobre isso, tentando lembrar como era a minha adolescência e voltei até o tempo em que comecei a pensar mais no tema da morte e do suicídio. Depois de 2 décadas eu sei que eu nunca tive problemas tão grandes que justificassem uma saída tão drástica, mas até eu que tive uma vida relativamente fácil já flertei com a ideia (quem me conhece sabe que eu imagino muita coisa na vida, e eu tenho o "plano perfeito" pra certas ocasiões). Eu já senti na vida que as coisas que estavam acontecendo eram muito "overwhelming" pra mim e que eu queria simplesmente não existir porque era demais lidar com aquelas coisas naquela hora. E não adianta a gente dizer que vai melhorar. Vai sim, mas na hora não é assim que a gente se sente.

No caso do seriado, acho que temos que ver que mais do que culpar um único indivíduo, temos que entender o efeito cumulativo das experiências na vida das pessoas. Uma única coisa que fazemos pro outro, boa ou ruim, pode ser a gota d'água que transborda o copo cheio, que já é um copo cheio de outras gotas que vem de outros lugares, de outras pessoas. A gente nunca sabe as batalhas que o outro está enfrentando, então além de não julgar, a gente tem que ter mais compaixão e pensar em não descontar o nosso lado ruim nos outros.

Pra mim "13 reasons why" alerta sobre os perigos de uma sociedade que não perdoa, que não ajuda e que ataca principalmente mulheres. Mostra como as pessoas podem ser ruins de graça (Courtney), que abusam das outras porque acham que podem (Bryce), que usam dos outros pra saírem por cima da carne seca (Justin e Alex) ou que não entendem limites (Tyler), além de tantos outros tipos de abusos físicos e principalmente, psicológicos.

Mais do que prevenir suicídios, a gente tem que prevenir suas causas. Temos que admitir nossas fraquezas e começar a trabalhar pra sermos pessoas melhores, para criarmos uma sociedade melhor pra nós mesmos.



It's #beda time!!! Blog Every Day in April é uma proposta de blogagem pra agitar a blogosfera, onde a gente se propõe a tentar publicar pelo menos um post por dia o mês de abril inteiro. Se quiser saber mais, se juntar a galera ou só descobrir um monte de blog legal novo, clica no banner acima ;)

Marcadores: , , , , ,

that would be me. bye!

nossa amiga ryca
domingo, 23 de abril de 2017 at 10:30
2 comments

Eu não sou muito de acompanhar canais no Youtube, principalmente esses mais pessoais. Amo um blog old school, mas no Youtube, quando tenho paciência, quero ver algo mais pop, menos pessoal. Assino poucos canais, nunca vejo todos e passo períodos longos sem sequer acessar minha conta, só vendo algum "VT" de coisa que perdi de ver ao vivo.

Mas um dia desses, menina Nambara veio com uns links pro Youtube dessa menina ryca e phynna que não tinha medo de contar sua rotina de luxo e glamour em vídeos bem editados pro mundo ver. Começava ai nossa relação de amor com a Luisa Accorsi.

Eu, muito desligada que sou, apesar de curtir moda, nunca tinha ouvido falar nessa pessoa com centenas de milhares de seguidores no Instagram. Comecei a assistir os vídeos dela tentando entender porque alguém que pra mim era desconhecida contava tanto da sua vida na internet. E sem perceber, estava sendo cativada e ficando viciada nos videos dessa pessoa.

Conheci o blog depois do canal, e apesar de pensar que o jornalismo (sua formação) está mais ligada à palavra escrita, é em frente das câmeras que ela brilha.

Olha, vou contar a verdade: assisto os vídeos dela mais porque ela é simpática do que porque acho que o conteúdo me agrega qualquer coisa. E ela é muito carismática!

A menina tem a vida que a gente queria ter: família feliz, namorado, uma vida bem confortável fazendo aquilo que ama, com MUITA viagem no meio. Inclusive são seus vlogs de viagem que mais me encantam. Ela não é daquelas que só viaja pra destino óbvio: em 2015 estava no Butão, em 2016 no Vietnã e esse ano foi pro Myanmar! Que outra blogueira viaja pra lugares exóticos assim por livre e espontânea vontade? E apesar dessa vida glamourosa, é impossível achá-la metida, patricinha, vazia. As vezes parece que ela não tem tanta conexão com a realidade econômica da média da população, mas longe de isso soar pedante! A gente também não sabe como, mas ela consegue.

Resolvi fazer esse post porque fiquei muito maravilhada com os relatos dela esse ano na Ásia, e achei lindo como ela se emociona ao deixar o Myanmar. Como trabalho com Turismo, exatamente nessa vertente de destinos exóticos, acho que tem tudo a ver eu deixar os links pelo texto para vocês verem do que estou falando. Por favor, escolham lugares menos óbvios pra viajar, e se possível, me consultem ;)

It's #beda time!!! Blog Every Day in April é uma proposta de blogagem pra agitar a blogosfera, onde a gente se propõe a tentar publicar pelo menos um post por dia o mês de abril inteiro. Se quiser saber mais, se juntar a galera ou só descobrir um monte de blog legal novo, clica no banner acima ;)

Marcadores: , ,

that would be me. bye!

#beda: descobrimento do brasil
sábado, 22 de abril de 2017 at 10:30
0 comments

Só eu acho muito estranho que o dia do descobrimento do nosso país não seja uma data comemorativa e um feriado? Tudo bem que fomos uma colonia de exploração, o destino do maior número de escravos, por uma margem vergonhosamente muito maior do que dos outros países, e convivemos com muitos problemas causados por uma cultura de aproveitadores, mas estamos aqui, somos daqui, temos que fazer o nosso mundo melhor, né?

Eu sempre digo que tenho orgulho de ser brasileira. Sabe, não é fácil não se parecer com todos os seus coleguinhas e se sentir a parte da cultura só porque sua cara é diferente, quando na verdade você é tão fruto daquela sociedade quanto qualquer outra pessoa, então eu sempre tive essa coisa de me afirmar daqui sim. Tem problemas? Muitos! Mas também acho que se a gente não faz a nossa parte, não pode exatamente reclamar dos outros. Quer o fim da corrupção? Comece sendo honesto você mesmo, pagando seus impostos corretamente exigindo seus direitos sem abuso. Acha um absurdo o abismo sócio econômico na população? Pague bem pelos serviços que utiliza, dê um bom salário pra sua empregada, registre ela em carteira da forma como tem que ser. Lute pelos diretos dos menos favorecidos e menos privilegiados, lute por uma educação de qualidade, por um sistema de saúde que permita de verdade que as pessoas possam ser saudáveis e produtivas.

Somos um país com 517 anos de história, além daqueles incontáveis anos antes de Cabral chegar por essas bandas. Não é tanta coisa como outros países, mas é um número suficiente pra gente poder se orgulhar da nossa cultura e ainda continuar escrevendo e moldando a nossa história. A gente tem muito o que consertar ainda, mas também tem do que ter orgulho. Somos brasileiros, não desistimos nunca (só quando bate o sono, haha!).

It's #beda time!!! Blog Every Day in April é uma proposta de blogagem pra agitar a blogosfera, onde a gente se propõe a tentar publicar pelo menos um post por dia o mês de abril inteiro. Se quiser saber mais, se juntar a galera ou só descobrir um monte de blog legal novo, clica no banner acima ;)

Marcadores: ,

that would be me. bye!

aquele grande esforço
sexta-feira, 21 de abril de 2017 at 17:24
0 comments

Escrever é como qualquer atividade física: você precisa praticar pra melhorar sempre. Mas além da própria escrita, também é necessário ler, porque conteúdo não brota magicamente nas nossas mentes. Ter referência é primordial.

Acontece que ultimamente minha agenda tá um pouco louca e eu não ando tendo muito tempo de ler, muito menos de escrever. E com isso sinto que, além de emburrecer, vou esquecendo como se escreve.

O maior desafio do beda é criar conteúdo e exercitar a escrita. É isso que eu acho o mais legal dessa loucura toda, não é só postar todo dia, mas é criar um post novo e colocar os dedinhos pra digitar alguma coisa. A gente sempre tem o que dizer, as vezes a gente não sabe como fazer isso.

Hoje é um dia que eu queria falar sobre história e política, afinal, é dia de Tiradentes, um moço ai que andou envolvido com a nossa vontade de independência na época da colônia. Mas ele não era o único, talvez nem fosse o mais importante. Mas foi um bode expiatório que séculos depois ganhou até seriado na Globo. Mas tudo o que eu consigo pensar é que eu vi alguém comentar em alguma rede social que gostava de ir no dentista. Porque, claro, Tiradentes não era o nome verdadeiro do moço que nos deu esse feriado glorioso, o moço era dentista e arrancava uns dentes de vem em quando, ganhando esse apelido. Mas ó, tratar dos dentes também é importante! E dê graças a Deus por morar num país onde o tratamento pode até sair de graça, porque quando você vai pro Japão ou pra Inglaterra, dá até medo quando algumas pessoas sorriem pra você, é sério!

Aproveitem o feriado e não faça como umas amigas ai que marcam pra terem os dentes arrancados bem no feriado. APROVEITEM, sem dor ;)

It's #beda time!!! Blog Every Day in April é uma proposta de blogagem pra agitar a blogosfera, onde a gente se propõe a tentar publicar pelo menos um post por dia o mês de abril inteiro. Se quiser saber mais, se juntar a galera ou só descobrir um monte de blog legal novo, clica no banner acima ;)

Marcadores: , , ,

that would be me. bye!

about the girl

Pode me chamar de Vy. Balzaquiana com cara de universitária. Turismóloga de formação. Rodinha não só nos pés, mas no coração também. Introvertida. Blogueira old school.

good reads

@ carol c. [rolê do amor]
@ nicas
@ nati n.
@ line
@ lari
@ lomogracinha
@ fernanda n.
@ paula b.
@ thais h.
@ tany
@ lia f. [verbo ler]
@ maria t.
@ simone pearl
@ anne r. [cat loves vinyl]
@ bruna
@ pamela
@ lecticia
@ gesiane
@ chris m.
@ meire k.
@ carlos & denise

the past



extras

the simple life