HOME | SOTMB | VY.COM.BR


#euli: sapiens, uma breve história da humanidade
segunda-feira, 30 de outubro de 2017 at 10:30
0 comments

Eu gosto muito de ler, mas sempre que escolhia livros, preferia comprar ficção. Acho que nem era uma escolha consciente, acho que a gente tende a achar que livros tem essa coisa do fantástico, do fora da realidade, desde a escola. Mas esse ano comecei lendo 800 lindas páginas sobre identidades horizontais entre pais e filhos e isso começou a mudar. Acho que eu ligava não ficção com auto ajuda, mas tem muita coisa bacana a ser lida sobre um mundo de assuntos que eu estava perdendo, achando que eu podia suprir só com artigos jornalísticos...

Foi então que decidi ler Sapiens, depois de ver o Cris Dias falar muito bem dele em vários tuites. Achei em promoção no +Cultura, no site deles, mais barato do que estava na loja (e na versão em inglês - que não é original, mas que tem ajuda do autor na tradução do hebraico).

Para quem ainda não ouviu falar sobre, o livro trata sobre a história da humanidade de uma forma diferente do que a gente aprende na escola. Faz a gente repensar a nossa existência e nossa relação com o mundo, desde o espaço até os animais.

Eu sei que não era exatamente uma estudante muito esperta. Não estava tão interessada em aprender de verdade, eu queria era passar de ano e acabar com aquela chatisse, ano após ano, e as vezes eu fico me sentindo meio burra de nunca ter pensando em certas coisas, que uma vez que me são mostradas, parecem tão óbvias. Para mim, é isso que esse livro é, não é a descoberta do ano, mas é um livro muito interessante.

Ele começa explicando como o homem eram vários juntos no começo. Não sei vocês, mas a minha escola sempre me fez acreditar que o homo sapiens era o último "modelo" na linhagem dos homens, e não mais um no meio de outros. O sapiens foi aquele que "sobreviveu" no meio de tantos (ou o mais esperto e que acabou extinguindo os outros...). Vemos então como passamos de só mais uma espécie de animal no meio de tantos outros, até o mais poderoso entre todos. Como evoluímos de nômades caçadores e coletores, a revolução agricultora até a expansão por todos os territórios e a construção de sociedades complexas.

Não é um livro para explicar minuciosamente a nossa evolução e tentar achar uma resposta para as nossas mazelas, mas é um livro para entender como chegamos aqui.


O livro é muito bem escrito e fácil de seguir, e uma vez que engatei a leitura, não conseguia deixar ele de lado! Como disse, houve muitos momentos "wow", de me dar conta como a gente não dá a devida atenção as informações que temos acesso e acho que todo mundo deveria ler esse livro, inclusive, deveria ser leitura obrigatória na vida!

Apesar de não ter uma carga emocional, afinal, é um livro objetivo, fiquei pesada com tanta coisa a pensar. Quero muito ler Homo Deus, uma análise sobre o futuro, mas tenho que dar um tempo pra me recuperar!

Marcadores: , ,

that would be me. bye!

about the girl

Pode me chamar de Vy. Balzaquiana com cara de universitária. Turismóloga de formação. Rodinha não só nos pés, mas no coração também. Introvertida. Blogueira old school.

good reads

@ carol c. [rolê do amor]
@ nicas
@ nati n.
@ line
@ lari
@ lomogracinha
@ fernanda n.
@ paula b.
@ thais h.
@ tany
@ lia f. [verbo ler]
@ maria t.
@ simone pearl
@ anne r. [cat loves vinyl]
@ bruna
@ pamela
@ lecticia
@ gesiane
@ chris m.
@ meire k.
@ carlos & denise

the past



extras

the simple life